Não existe vida sem água. Assim como a Terra, nosso corpo é formado por 70% desse líquido. Ele é responsável por conservar a nossa saúde, p...


Não existe vida sem água. Assim como a Terra, nosso corpo é formado por 70% desse líquido. Ele é responsável por conservar a nossa saúde, prevenir doenças e proteger o organismo contra o envelhecimento.

Uma atitude tão simples como beber água é a maneira mais barata e eficaz de garantir a pele, as unhas e o cabelo maravilhosos. Quando o corpo está bem hidratado, isso se reflete na sua aparência. Os médicos recomendam a ingestão diária de 1,5 litro de água por dia para suprir as necessidades do organismo.

Mas há pessoas que não conseguem beber água, muitas vezes por falta de hábito. Acabam substituindo-a por refrigerantes e outras bebidas açucaradas, que não fazem o mesmo efeito. Por isso, enumeramos sete bons motivos para você manter a saúde e ficar mais bonita se refrescando com água.

1.Água emagrece -As fibras presentes nas frutas incham em contato com a água, o que dá a sensação de saciedade ao corpo. Isso engana temporariamente o estômago, segurando a fome.
2.Melhora a digestão - A água ajuda a formar enzimas que promovem reações químicas no organismo. Ela também forma o suco gástrico e a saliva, que auxiliam na digestão.
3.Controla a temperatura - Durante os exercícios físicos ou quando faz muito calor, a água liberada pela transpiração reduz a temperatura do corpo.
4.Diminui o inchaço - Quando você está hidratada, o volume de sangue aumenta. As vitaminas e os minerais chegam mais rápido à pele, ao cabelo e às unhas. Com mais água em circulação, o organismo não retém muito sódio, responsável pelo inchaço.
5.Previne a celulite - As toxinas são expulsas do organismo pelo suor e pela urina. Com a ingestão diária de água, a circulação sangüínea melhora e, aliada à eliminação de toxinas, previne o aparecimento da celulite.
6.Melhora a absorção de nutrientes - Uma boa hidratação garante o volume ideal de sangue para transportar os nutrientes (como a glicose e as vitaminas).
7.Reduz infecções - A água presente no sangue facilita o transporte de minerais como o ferro, que fortalece as defesas do organismo.

Uma alimentação saudável é fundamental para uma vida melhor a ingestão de fibras faz toda a diferença quando incluida no cardápio. Os alimen...

Uma alimentação saudável é fundamental para uma vida melhor a ingestão de fibras faz toda a diferença quando incluida no cardápio. Os alimentos ricos em fibra são bons aliados para quem deseja controlar o peso e evitar problemas de prisão de ventre.

Fibra é o nome que se dá ao esqueleto dos vegetais: são as substâncias da parede celular das plantas que lhes conferem a sua forma e estrutura.

A fibra, ao contrário da maioria dos nutrientes, não é absorvida nem digerida, apesar de ter um papel importantíssimo para a saúde. Não apresenta valor calórico o que é ainda melhor.
Os alimentos mais ricos em fibras são :
- Cereais integrais : trigo, aveia e outros cereais, os vegetais, as leguminosas (feijões, grãos, lentilhas), a fruta fresca e os frutos secos.

A película que envolve o grão de trigo, chamada de farelo de trigo, é especialmente rica em fibra, mas devido aos métodos de refinação praticados, o farelo é separado do grão, resultando em alimentos de baixo teor de fibra (é o caso do pão branco, tipo carcaça).

Existem dois tipos de fibra: a fibra solúvel e a fibra insolúvel. Os produtos vegetais contêm normalmente as duas, em quantidades e combinações diferentes.


A fibra solúvel é encontrada nos cereais (principalmente na aveia), nos vegetais, nas leguminosas e na fruta.

No intestino delgado, este tipo de fibra torna mais lenta a absorção dos açúcares (glucose), evitando um aumento rápido do nível de açúcar no sangue.

As fibras solúveis contribuem para reduzir o colesterol no sangue, pois ligam-se ao colesterol presente na bílis, que é eliminado juntamente com as fibras, ao invés de ser reabsorvido. A fibra insolúvel está presente nos cereais (especialmente no trigo, milho e arroz) e em todo o tipo de vegetais.

Devido à capacidade de reter a água, estes dois tipos de fibra atuam como uma esponja no estômago e intestinos. Contribuem assim para o melhor funcionamento dos intestinos, ao aumentar o volume das fezes e facilitar o trânsito dos resíduos no intestino grosso. Desta forma, têm um papel importante na prevenção da obstipação (prisão de ventre).

Os alimentos ricos em fibra, são normalmente pouco calóricos, prolongam por mais tempo a sensação de saciedade; tornam-se assim bons aliados para quem tem necessidade de controlar o peso.

Estudos científicos sugerem que a ingestão de alimentos ricos em fibra, pode contribuir para reduzir a incidência de certos tipos de cancro (cólon, reto, mama).

A quantidade diária de fibra recomendada, para um adulto, é de cerca de 20 a 35 gr.

O que comer para aumentar melhorar a quantidade de fibra na alimentação?

* Cereais pouco refinados: pão integral ou de mistura, massa e arroz integrais, cereais de pequeno-almoço ricos em farelo de trigo, etc.;
* Saladas cruas, vegetais cozidos ou sopa de legumes, em todas as refeições;
* Leguminosas: feijões, grão-de-bico, lentilhas, favas e ervilhas;
* Fruta como sobremesa ou nos intervalos das refeições;
* Para que a fibra possa desempenhar o seu papel, beba uma quantidade de água suficiente (entre1,5 a 2l).

Fonte: Natri Doc

O Tomate é um alimento rico em vitaminas A, B e C, além de ser um excelente tempero e ter funções que podem ser administradas como remédio...



O Tomate é um alimento rico em vitaminas A, B e C, além de ser um excelente tempero e ter funções que podem ser administradas como remédios.

Como benefícios o tomate traz a estimulação da secreção gástrica e da ação depurativa do sangue, é auxiliar em tratamento de pele, gota, reumatismo, astenia e prisão de ventre.

Favore o crescimento e a ossificação, além de ser auxiliar contra as infecções bacterianas, perturbações digestivas e pulmonares.

É eficaz em tratamentos contra a caspa e queda de cabelos. No caso de queimaduras de Sol, o suco de tomate pode ser passado no local várias vezes por dia.

Algumas pesquisas dizem que o tomate pode ser auxiliar na prevenção de doenças cardíacas, já que uma substância que envolve suas sementes é muito eficaz no impedimento de formação de coágulos. Os tomates são as fontes alimentares mais ricas em anticoagulantes.

O tratamento de cálculos renais pode ser auxiliado por chá de tomateiro, pois este chá tem a propriedade de eliminar o ácido úrico, e sendo diurético auxilia na eliminação dos cálculos renais.

Para preparar a infusão de tomateiro utilize:

- 2 colheres de sopa das folhas de tomateiro fatiadas
- 2copos de água fervente
- Deixe em infusão por 15 minutos, abafado.
- Ainda morno, filtre e beba 3 xícaras deste chá ao dia.

No tratamento contra a Acne o tomate pode ser utilizado de duas maneiras:

1 - Coma um tomate bem maduro todos os dias 30 minutos antes das refeições.

2 - Faça uma máscara utilizando:
- 1 tomate bem maduro triturado
- 1 colher de sopa de yogurte natural
- Misture bem e aplique sobre o rosto já limpo e seco.

* Estas orientações não dispensam sua visita regular ao médico.

Crocantes são excelente fonte de vitaminas e minerais, mas seu consumo deve ser moderado, pois são bastante calóricas. A arte de secar fr...


Crocantes são excelente fonte de vitaminas e minerais, mas seu consumo deve ser moderado, pois são bastante calóricas.

A arte de secar frutas para console-las durante o inverno surgiu na Europa, durante o Império Romano.

Ricas em açúcares, na época, eram utilizadas por viajantes e soldados para repor as energias.

No Brasil, ganham destaque nas festas de final de ano.

As frutas desidratadas são submetidas a processos de secagem natural, exposição ao sol ou artificial, câmaras de ar, vapor, estufas ou fornos e que não perdem suas propriedades nutricionais.

As fibras, minerais e açúcares permanecem preservados e ficam muito mais concentrados, daí o forte sabor adocicado e aroma.

Na secagem se perdem as vitaminas C e as do complexo B.

Assim ocorre a necessidade de se combinar frutas "in natura" com as secas.

O damasco seco, por exemplo, tem duas vezes mais vitamina A, três vezes mais potássio e oito vezes mais ferro.

Mas atenção com o valor calórico das frutas secas que podem triplicar:
- 100g ameixa seca tem 255 calorias,
- ameixa fruta as calorias caem para 75;
- tâmara fresca tem 177 calorias,
- tâmara desidratada chega a 316 calorias.

Cuidado com o peso!

As frutas secas e sementes repõem nutrientes minerais como ferro, zinco, potássio e vitaminas com a vantagem de possuírem gordura vegetal (monoinsaturada) que melhoram as taxas de lipoproteínas de baixa densidade/colesterol HDL.

As sementes oleaginosas, como amêndoa, noz, avelã, castanha-de-caju e castanha-do-pará não perdem nutrientes.

Elas são colhidas e consumidas torradas ou cruas.

Essas sementes ainda contam com ácido fólico que beneficia a reprodução de células como hemoglobina e com vitamina E, sendo excelentes antioxidantes.


Propriedades das Tâmaras, Ameixas, Uvas, Bananas, Maçãs e Pêras

Estas frutas secas contêm potássio. A carência ou excesso desse mineral pode provocar dores de cabeça e câimbras.


Propriedades das Bananas Desidratadas e Nozes

Ricos em magnésio, fundamental para absorção do cálcio.


Propriedades das Nozes, Castanhas e Amêndoas

Contém vitamina B1 (tiamina).
Sua carência provoca falhas na memória e dificuldade de concentração. Possuem cobre que facilita a contração das fibras do músculo cardíaco.


Propriedades das Castanhas-do-Pará

Brasileiríssima.

Fonte rica de selênio, mineral que impede a degeneração celular, pois envolve a membrana da célula e protege o sistema imunológico.


As frutas "frescas" ou "in natura" devem ter sempre seu papel de destaque em nossas mesas, principalmente nessa época de verão.

Elas preservam todos os nutrientes como carboidratos complexos, minerais, vitaminas e fibras indispensáveis a nossa saúde.

Além disso, o teor de água das frutas frescas é indispensável o que nos ajuda a repor as perdas hídricas do organismo.

Nesse de festas de final de ano, vamos colorir nossa mesa com um nutriente muito saudável e que nos ajudará a manter a forma que são as nossas frutas.

A alga marinha Chorella, ou Chlorella, chegou a ser vista, por uma parte da comunidade científica mundial, principalmente na Alemanha, Estad...

A alga marinha Chorella, ou Chlorella, chegou a ser vista, por uma parte da comunidade científica mundial, principalmente na Alemanha, Estados Unidos e Japão, como a solução para o problema da fome mundial.

Essa empolgação se deve ao fato da Chlorella ser constituída por 60% de proteínas e multiplicar-se muito rapidamente.


Propriedades da Chlorella

A Chlorella é nitidamente superior a diversas vitaminas comercializadas no mercado, contendo um poderoso concentrado natural de nutrientes.

É considerado por muitos um alimento completo, já que seus nutrientes incluem proteínas, minerais, 18 aminoácidos (incluindo os oito aminoácidos essenciais), enzimas polissacarídeos, fibras, vitaminas e clorofila.

Destaca-se a existência de importantes enzimas digestivas, utilizadas freqüentemente nos tratamentos de câncer.

Entre outros benefícios dessa alga, podemos citar a clorofila e seus derivados, que estimulam a formação de glóbulos vermelhos.

A Chlorella é rica em beta-caroteno (possui 10x mais que a cenoura) e em vitaminas do complexo B.

Utilizada como suplemento alimentar, por astronautas da NASA, é indicada para:

- auxiliar na redução de peso,
- repor nutrientes, vitaminas e sais minerais, importantes após as dietas e regimes,
- diminuir o apetite (aumentando a sacies),
- fortalecer o sistema imunológico e funções intestinais,
- anemia,
- regeneração das células e tecidos,
- reduzir o envelhecimento precoce,
- auxiliar no restabelecimento da saúde cutânea,
- tratamentos contra a obesidade,
- regular a glicose,
- estimular a atividade cerebral,
- e muito mais

Procure seu médico de confiança e pergunte sobre como adicionar a Chlorella no seu dia-a-dia.

Pelas suas propriedades nutritivas, os bróculos surgem cada vez mais nas listas de alimentos altamente recomendáveis. Um estudo da Escola...


Pelas suas propriedades nutritivas, os bróculos surgem cada vez mais nas listas de alimentos altamente recomendáveis.

Um estudo da Escola Médica John Hopkins (EUA) revelou que os brócolos contêm um potente antioxidante denominado sulforafano que, em quantidades suficientes, consegue impedir parcialmente o processo inflamatório que ocorre nos tecidos danificados no pulmão, causado pela Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica (DPOC). Mais um (bom) motivo para incluir esta verdura na sua alimentação.

Os brócolis (português brasileiro) ou brócolos (português europeu), também chamados de simones (do italiano broccolo, no plural broccoli) são vegetais da família Brassicaceae (crucíferas), uma das formas cultivadas de couve, Brassica oleracea, tal como a couve-flor, o repolho, couve de bruxelas, couve-nabo entre outros.

As folhas, as flores e os pedúnculos florais são comestíveis.

Originário da Europa, o brócolis também têm seu uso na medicina, graças ao seu elevado teor de cálcio que é - dependendo da variedade e da forma de preparo do brócolis - em média 47 mg por cada 100 gramas de flores e 51 miligramas em cada 100 gramas de folhas, o que representa cerca de cinco vezes a dose existente no leite. Por isso, esse vegetal é um bom construtor e formador dos ossos e dos dentes.

De acordo com pesquisas publicadas recentemente, os brócolos e o repolho ajudam a evitar o câncer de próstata se consumirmos pelo menos três porções diárias desses vegetais, assim como podem reduzir até metade o risco de câncer de próstata. Essa pesquisa baseou-se num estudo do Centro de Pesquisas do Câncer Fred Hutchinson, de Seattle, nos Estados Unidos.

Por outro lado, um estudo japonês demonstrou que há uma espécie que tem um veneno e paraliza os membros superiores durante mais de uma hora, e pode ter diversos efeitos secundários se ingerido em excesso.

Benefícios à saúde Muitas pessoas dizem que o amendoim é um ótimo remédio contra a impotência. Na verdade, não se pode afirmar que ele te...


Benefícios à saúde

Muitas pessoas dizem que o amendoim é um ótimo remédio contra a impotência. Na verdade, não se pode afirmar que ele tenha ação afrodisíaca, mas o amendoim possui, sim, nutrientes que auxiliam no desempenho sexual, como vitaminas do complexo B, zinco e aminoácidos, que promovem a produção de hormônios sexuais. Além disso, “o zinco é fundamental para a redução do estresse. Muitas vezes, a baixa libido acontece por estresse e o consumo contínuo de amendoim pode auxiliar neste desequilíbrio”, afirma a médica nutróloga Vanderli Fátima Marchiori, da Associação Paulista de Nutrição.
Coração saudável

O que a maioria das pessoas não sabe é que o amendoim traz benefícios para o coração. É que ele ajuda a diminuir a quantidade de gorduras e do LDL, o colesterol ruim, do sangue, prevenindo doenças cardíacas. Ele também é responsável por diminuir o açúcar no sangue, ajudando a queimar gorduras e emagrecer.
Amendoim causa câncer?

Esse é um dos maiores mitos sobre o amendoim. Na verdade, ele é rico em selênio e vitaminas que ajudam a reduzir a ocorrência de câncer de pulmão e próstata em até 40%. A nutróloga destaca que ele possui fitosteróis, substâncias que inibem a proliferação celular, diminuindo a velocidade de formação e crescimento dos tumores.
Aposte no amendoim!

Ainda não se convenceu? Pois esse alimento tem mais uma vantagem: ajuda a combater a celulite. Portanto, não perca mais tempo! Consuma o amendoim pelo menos uma vez por semana, de preferência cozido e sem sal. Assim, você acrescenta mais sabor e saúde à sua vida.
Dicas de preparo

O amendoim fica bom em pratos doces, como bolos e pavês, e em receitas salgadas. Uma dica é colocar amendoim torrado misturado às carnes ou farofas para deixá-las crocantes. Para o aperitivo, o ideal é o amendoim torrado e salgado. Coloque 500g de amendoim cru misturado com 3 colheres (sopa) de margarina e 1 colher (sopa) de sal em uma assadeira. Leve ao forno médio por 15 minutos ou até torrar, espere esfriar e sirva.

O calor típico do verão deixa as pessoas com menos energia para trabalhar. Depois do almoço, então, a fadiga impera. Confira abaixo quatro ...


O calor típico do verão deixa as pessoas com menos energia para trabalhar. Depois do almoço, então, a fadiga impera. Confira abaixo quatro dicas de como afastar a preguiça por meio da alimentação.

1) Evite ingerir carboidratos pela manhã. A energia aumenta se não comer pão, mel, suco de frutas, leite.

2) Opte por um desjejum até as 10h30 à base de proteínas (queijos, presunto magro, ovos mexidos) e frutas picadas em pedaços não muito pequenos, para preservar a seiva que é rica em nutrientes. Cereais e aveia integrais, café preto ou chás naturais e água de coco são boas opções.

3) Entre o café-da-manhã e o almoço, beba de quatro a cinco copos de água, mesmo que sem sede. É que o corpo precisa repor a água, fundamental para o funcionamento do organismo.

4) Na hora do almoço, dê preferência a saladas coloridas de verduras e legumes, proteínas magras, como aves, peixe, lombo de porco e bife grelhado. Reduza o consumo de feijão e farofa. Adote as frutas como sobremesa.

 

Verdes e vermelhas, as pimentas mostram seu poder de fogo contra uma série de encrencas, desde dor de cabeça até artrite, passando por reum...


Verdes e vermelhas, as pimentas mostram seu poder de fogo contra uma série de encrencas, desde dor de cabeça até artrite, passando por reumatismo, má digestão, colesterol alto e doenças circulatórias.

Quem coloca a pimenta no dia-dia está levando, além de tempero, uma série de medicamentos naturais: analgésico, antiinflamatório, xarope, vitaminas – benefícios que os povos primitivos descobriram há milhares de anos que agora estão sendo comprovados pela ciência.

Isso acontece porque a pimenta possui um princípio ativo que faz com que a pimenta seja benéfica à saúde: a capsiacina. Então, quanto mais picante mais capsiacina. E quanto mais capsiacina mais benefícios com o consumo da pimenta.

A capsaicina atua em várias áreas do corpo aliviando dores de cabeça, controlando os níveis de glicose no sangue, aumentando a capacidade pulmonar e ajudando no tratamento da rinite alérgica. É até um aliado para quem quer entrar em forma, além de ser uma substância estimulante do metabolismo. A pessoa passa a gastar mais calor através do que come. Então, isso ajuda na obesidade.

Para que a pimenta saia do papel de coadjuvante e se torne o ingrediente principal, é preciso pegar o fruto e inventar, criar receitas que agradem não só a quem procura a ardência, mas também para quem procura a doçura da pimenta.

As cores dos alimentos são determinadas pela presença dos pigmentos. Estas substâncias, além de colorir desempenham, frequentemente, papéis...


As cores dos alimentos são determinadas pela presença dos pigmentos. Estas substâncias, além de colorir desempenham, frequentemente, papéis importantes na prevenção e na proteção do organismo contra doenças infecciosas.


Uma dieta colorida tem mais chances de ser mais saudável.




Alimentos Brancos


Os alimentos de cores brancas como o leite, queijo, couve-flor, batata, arroz, cogumelo e banana são as melhores fontes de cálcio e de potássio. Estes minerais são importantes para o funcionamento do organismo, porque:


1.Contribuem na formação e manutenção dos ossos.


2.Ajudam na regulação dos batimentos cardíacos.


3.São fundamentais para funcionamento do sistema nervoso e dos músculos.


Alimentos Vermelhos


O licopeno é uma substância que age como antioxidante e é responsável pela cor vermelha do morango, tomate, melancia, caqui, goiaba vermelha, framboesa, cereja.


Mais recentemente foi apontado como um protetor eficaz contra o aparecimento de câncer de próstata. Os alimentos vermelhos contêm, ainda, antocianina que estimula a circulação sangüínea.




Alimentos Amarelos


O mamão, a cenoura, a manga, a laranja, a abóbora, o pêssego e o damasco são alimentos de cores amarela ou alaranjada que são ricos em vitamina B-3 e ácido clorogênico.


São substâncias que mantêm o sistema nervoso saudável e ajudam a prevenir o câncer de mama.


Para completar, eles também possuem beta-caroteno, um antioxidante que ajuda a proteger o coração.




Alimentos Arroxeados


Os alimentos azulados e arroxeados, como a uva, a ameixa, o figo, a beterraba ou repolho-roxo contêm ácido elágico, substância que:


1.Retarda o envelhecimento.


2.Neutraliza as substâncias cancerígenas antes mesmo delas alterarem o código genético


Alimentos Verdes


Os alimentos de cor verde como os vegetais folhosos, o pimentão, o salsão e as ervas contêm clorofila e vitamina A, substâncias com os seguintes efeitos:


1.Desintoxicam as células.


2.Inibem os radicais livres — substâncias que danificam as células e causam doenças com o passar do tempo.


3.Tem efeito anticancerígeno e ajudam a proteger o coração.


4.Protegem o cabelo e a pele.


Alimentos Marrons


As fibras e vitaminas do complexo B e E são, principalmente, encontradas nas nozes, aveia, castanhas e cereais integrais, que por sua vez tem uma cor marrom. Tais substâncias e nutrientes têm importâncias vitais no organismo:


1.Melhoram o funcionamento do intestino.


2.Combatem a ansiedade e a depressão.


3.Previnem o câncer e as doenças cardiovasculares.


Fonte:bebaleite

Existem alimentos com nutrientes específicos que ajudam a prevenir ou tratar diversas doenças e melhorar em muito a sua saúde e estética. O...


Existem alimentos com nutrientes específicos que ajudam a prevenir ou tratar diversas doenças e melhorar em muito a sua saúde e estética. Os desequilíbrios funcionais podem desencadear distúrbios que nos afetam a saúde física, mental e emocional. Os distúrbios funcionais se manifestam por meio de problemas que normalmente não são ligadas à alimentação, como enxaquecas, insônia, depressão, hiperatividade, déficit de concentração e aprendizagem.

Alterações de humor, ansiedade, compulsões em geral, irritabilidade e alterações gastrointestinais também estão ligados ao desequilíbrio nutricional do organismo. Até mesmo rinites, sinusites, dores musculares e articulares, fadiga crônica, dermatites e doenças auto-imunes podem ter influência da falta de nutrientes. Dessa forma, a nutrição funcional possibilita tratar efetivamente as causas desses distúrbios, restabelecendo o equilíbrio orgânico e prevenindo novos problemas.

• Açaí: inibe a formação de radicais livres e reduz metais tóxicos;
• Alho: previne a pressão alta e doenças cardíacas, tem propriedades anticancerígenas e antimicrobianas;
• Aveia integral: tratamento de celulite, redução de colesterol e glicemia;
• Azeite: aumenta o colesterol bom, antioxidante e previne doenças cardiovasculares;

• Canela: efeito de baixar a glicose sanguínea;
• Cenoura (carotenóides): melhora da visâo;
• Chá verde: acelera o metabolismo, alivia a retenção de líquidos e desintoxica;
• Chocolate amargo (cacau amargo): ação antioxidante e reduz agregação plaquetária;

• Ervas e temperos: forte ação antioxidante e auxilia a digestão;
• Gengibre: ação antiinflamatória;
• Grãos integrais: fontes de fibras e minerais antioxidantes;

• Linhaça: fonte de ômega 3, evit a prisâo de ventre e atua nos sintomas da menopausa e da TPM;
• Pimenta: aumenta a termogênese e pode aliviar dores;
• Psyllium: evita a prisão de ventre, atua no controle da glicemia e do colesterol;
• Oleaginosas, como castanha, nozes, avelã e pistache: fonte de minerais e antioxidante;
• Soja: reduz o colesterol e ameniza os sintomas da menopausa e da osteoporose;
• Tomate: evita o câncer de próstata e é antioxidante;

• Vegetais crucíferos, como brócolis e couve-flor: anticancerígenos;
• Vinho tinto (resveratrol) e suco de uva: efeito cardioprotetor e antioxidante;

É importante lembrar que a quantidade e indicação de cada nutriente deve ser avaliada individulamente, de acordo com os seus objetivos e necessidades. Procure um nutricionista para evitar excessos e deficiências. A alimentaçào saudável pode ser muito saborosa: sinta na pele os benefícios!

  Cálcio - o cálcio actua na formação dos tecidos, ossos e dentes; combate as infecções e mantém o equilíbrio de ferro no organismo; age na ...

 
Cálcio - o cálcio actua na formação dos tecidos, ossos e dentes; combate as infecções e mantém o equilíbrio de ferro no organismo; age na oxigenação dos tecidos e na coagulação sanguínea.
A sua carência pode provocar deformações ósseas e enfraquecimento dos dentes.
Fontes Naturais: leite, queijo, cereais integrais, feijão, nozes, amendoim, uva, nabo, couves e lentilhas.

Ferro - este mineral é indispensável na formação do sangue e veicula o oxigénio para todo o organismo.
A carência deste mineral causa anemia.
Fontes Naturais: gema de ovo, fígado, coração, rim, frutas secas, nozes, verduras, leguminosas e azeitonas.

Magnésio - auxilia o organismo a metabolizar os hidratos de carbono; controla a comunicação entre os nervos e os músculos e actua na formação de vários tecidos (como o ósseo) e dos dentes.
A carência, origina sensibilidade ao frio e ao calor.
Fontes Naturais: agrião, espinafre, tomate, cebola, frutas cítricas, gema de ovo, salsicha, mel e leguminosas.
Fósforo - actua directamente na formação dos ossos e dos dentes e é indispensável ao sistema nervoso e ao sistema muscular.
Os indivíduos que apresentam carência de fósforo, estão mais susceptíveis à ocorrência de fracturas, músculos atrofiados, raquitismo e alterações nervosas.
Fontes Naturais: carnes, peixes, aves, miúdos de aves, cereais integrais, leguminosas, ovos e queijo.

Potássio - contribui para a formação das células e associa-se ao sódio, na regularização das batidas do coração e na contracção das células do sistema muscular.
A sua carência causa diminuição da actividade muscular, incluindo a cardíaca.
Fontes Naturais: arroz integral, carnes, azeitona verde, figo, banana, laranja, ervilha, lentilhas, espinafre e tomate.

Sódio - previne a coagulação sanguínea e impede o endurecimento do cálcio e do magnésio.
A carência provoca retardamento na cicatrização das feridas e cãibras.
Fontes Naturais: todos os vegetais, nozes, aveia e queijo.

Zinco - participa activamente no metabolismo das proteínas e dos hidratos de carbono; ajuda na respiração dos tecidos e actua na comunicação entre o sitema nervosos e os músculos.
A sua carência favorece a diabetes e diminui a produção de hormonas masculinos.
Fontes Naturais: fígado, carnes, peixe, ovos, leguminosas e nozes.

Flúor - previne a dilatação das veias, a pedra na vesícula e algumas paralisias; participa de forma directa na formação dos ossos e dos dentes, protegendo estes últimos de cáries dentárias.
A necessidade de flúor é muito pequena, daí que seja apenas recomendado a grávidas e a crianças, durante a formação da segunda dentição.
Fontes Naturais: brócolos, beterraba, couve-flor, agrião, alho, cebola, frutos do mar, aveia, trigo integral e maçã.

Iodo - permite que os músculos armazenem oxigénio e evita que a gordura se deposite nos tecidos; faz funcionar a glândula tiróide e estimula o funcionamento cerebral.
A carência deste mineral origina cansaço, obesidade e Bócio (conjunto de doenças da glândula tiróide que se caracterizam por um aumento perceptível no tamanho desta glândula, popularmente designadas por "papeira" ou "papo").
Fontes Naturais: alface, agrião, alho, alcachofra, cenoura, espargo, rabanete, ervilha, cebola, tomate, frutos do mar e peixes.

Cobalto - juntamente com a vitamina B12, estimula o crescimento e combate as infecções cutâneas.
Fontes Naturais: tomate.

Cobre - actua directamente na formação da hemoglobina.
Fontes Naturais: batata, espinafre, centeio, lentilhas, banana, figo, damasco, ameixa e passas.

Enxofre - participa no metabolismo das proteínas, é desinfectante e facilita o processo da digestão.
Fontes Naturais: batata, agrião, alho, rabanete, cebola, repolho, couve-flor, laranja, abacaxi e nozes.

Cloro - constitui os sucos gástricos e pancreáticos.
É difícil existir deficiência de cloro, pois está presente em quase todos os vegetais.
O seu excesso, destrói a vitamina E e reduz a produção de iodo.

Sílicio - age na formação da pele, das membranas, das unhas e dos cabelos; actua ainda na formação dos vasos e das artérias, sendo também responsável pela sua elasticidade; previne as doenças de pele e o raquitismo,
Fontes Naturais: alface, abóbora, cebola, azeitona e aveia.

Para o organismo funcionar bem, não fazem falta apenas as vitaminas, também precisamos de sais minerais que, tal como elas, não podem ser p...


Para o organismo funcionar bem, não fazem falta apenas as vitaminas, também precisamos de sais minerais que, tal como elas, não podem ser produzidos pelo organismo.
Os minerais são nutrientes com função plástica e reguladora do organismo e obtêm-se através da alimentação.

Existem diversos sais minerais e cada um desempenha uma função diferente: o cálcio, mantém os ossos fortes; o ferro é muito importante para a respiração celular, visto que tem um papel fundamental na troca do dióxido de carbono pelo oxigénio; o cobre influencia na formação dos tecidos da pele; o fósforo é importante para o funcionamento dos músculos; o zinco auxilia o sistema imunulógico; o potássio auxilia no processamento das proteínas e na contracção dos músculos; o sódio ajuda a regular a quantidade de água no corpo; o iodo regula o funcionamento da tiróide (glândula responsável pelo crescimento).

Dividem-se em macrominerais (necessários em quantidades de 100 mg ou mais por dia) que são: cálcio, fósforo, sódio, potássio, cloro, magnésio e enxofre; e microminerais (necessários em pequenas quantidades - miligramas ou microgramas por dia) que são: ferro, cobre, cobalto, zinco, manganês, iodo, molibdênio, selénio, flúor e cromo.

Os sais minerais constituem 5 a 6% do corpo humano, sempre em quantidade variável e todos eles regulam o funcionamento do nosso organismo.

Cada mineral é requerido em quantidades específicas, numa quantidade que varia de microgramas a gramas por dia. Dessa maneira, é importante dizer que o excesso na ingestão de um pode acarretar prejuízos na absorção e utilização de outro. Por exemplo, a absorção de zinco pode ser afectada pela quantidade de ferro ingerida, enquanto que a ingestão em excesso de zinco pode reduzir a absorção de cobre.

Teoricamente, todos os alimentos deveriam conter sais minerais, mas a industrialização e outros métodos modernos de produção de alimentos podem eliminá-los. Contudo, uma alimentação equilibrada cobre as nossas necessidades de minerais.

  Conheça as principais Vitaminas Cada vitamina apresenta um tipo de propriedades particulares, encontra-se em diferentes tipos de fontes n...

 
Conheça as principais Vitaminas
Cada vitamina apresenta um tipo de propriedades particulares, encontra-se em diferentes tipos de fontes naturais e a sua carência provoca diferenciadas patologias.


Vitamina A
A Vitamina A apresenta-se em duas formas, o Retinol, encontrado em produtos animais e o Betacaroteno, encontrado em frutas e vegetais e que o nosso corpo converte em Vitamina A quando precisa.
Foi durante muitos anos considerada a vitamina "milagrosa" devido ao seu efeito sobre o sistema imunitário e à sua importância no crescimento.

Deficiência
A deficiência deste tipo de vitamina pode provocar: cegueira nocturna, alterações da córnea e da conjuntiva, dores de cabeça persistentes, baixa resistência a infecções (especialmente respiratórias), problemas de pele, cabelos secos e quebradiços, pedras no rim.

Fontes Naturais
Cenoura, leite e seus derivados, ovos, fígado, couve, laranja, manga, melão, melancia, pêssego, espinafres, couve-de-bruxelas, brócolos, batata-doce, inhame, abóbora, etc.


COMPLEXO B - denomina-se de Complexo B o conjunto de vitaminas pertencente ao grupo B. São todas solúveis em água e cada uma apresenta características próprias, desde a B1 à B17.


Vitamina B1
Também designada tiamina pertence ao grupo das vitaminas hidrossolúveis. As necessidades de tiamina dependem da quantidade de ingestão de hidratos de carbono.
A vitamina B1 está relacionada com todos os processos metabólicos importantes do sistema nervoso, coração, células do sangue e músculos.
É útil no tratamento de distúrbios nervosos e é excepcional contra desequilíbrios causados pelo alcoolismo.

Deficiência
A carência desta vitamina pode ser uma das maiores causas de: Beribéri, fadiga, debilidade muscular, perda de apetite, irritabilidade, depressão, memória fraca, formigueiro nos dedos e na sola dos pés, indigestão, náuseas, insónias.

Fontes Naturais
Arroz integral, gérmen de trigo, espinafre, couve-flor, nozes, sementes de girassol, amendoim, feijões, abacate, carne de porco, etc.


Vitamina B2
A Riboflavina é uma integrante hidrossolúvel da família de vitaminas do complexo B. É crucial para a produção de energia e tem propriedades antioxidantes. Não é armazenada em grandes quantidades no corpo e a sua deficiência é comum. A fadiga crónica poderá ser uma hipótese de uma leve deficiência.

Deficiência
Os sintomas mais frequentes da deficiência desta vitamina, manifestam-se na pele e nas mucosas, como as fissuras dos cantos da boca (boqueira), alterações inflamatórias dos lábios e da língua, eczema na pele e nos genitais, ardor na pele, fadiga e perda geral de vitalidade, queda de cabelos, ardor ou secura dos olhos, atraso no crescimento em crianças. É mais comum ocorrer cataratas em pessoas com deficiência de B2.

Fontes Naturais
Levedura de cerveja, fígado, língua e vísceras, leite, queijos duros, truta, arenque, cavala, enguia, algas marinhas, repolho, ovos, sementes de girassol, arroz selvagem, espargos, brócolos, espinafre, cogumelos, abacate e outras frutas tropicais, etc.


Vitamina B3
A Niacina, Ácido Nicotínico ou Niacinamida ou Vitamina PP, é essencial para a síntese das hormonas sexuais e para a saúde do sistema nervoso, além de actuar como desintoxicante, eliminando do corpo toxinas, poluentes e drogas.

Deficiência
A doença carencial é a Pelagra, que se caracteriza pela Tríade-D: Dermatite, Diarreia e Demência. As alterações de pele nas áreas expostas ao sol foram as que originaram o nome da doença (pella agra= pele áspera). Os eritemas são seguidos por atrofia da pele e pigmentação. As mucosas apresentam alterações inflamatórias (estomatite, gastrite) e as alterações do sistema nervoso central manifestam-se por alucinações e delírios.

Fontes Naturais
Fígado e outras vísceras, galinha, ervilha, tâmara, figo, cereais integrais, ameixa, abacate, peixes, amendoim, trigo integral, leite, ovos, etc.


Vitamina B5 Também chamada ácido pantoténico ou pantotenato, tornou-se um suplemento muito conhecido nas últimas décadas, pela sua capacidade de incrementar os níveis de energia e melhorar a resposta imunológica e pelas evidências de que pode baixar o colesterol.
A vitamina B5 também é produzida pela flora intestinal, uma outra importante fonte desta vitamina no organismo humano.

Deficiência
Devido ao facto de estar disponível em grande parte dos alimentos, a sua deficiência é invulgar, excepto em pessoas que fazem uma alimentação de alimentos altamente processados, principalmente em adolescentes que só comem "fast-food", pois a actividade da vitamina B5 é perdida durante o refinamento dos alimentos.
Os principais sintomas de deficiência são: vómitos, cãibras, fadiga, insónia, baixa resistência às infecções, hipo glicemia, depressão, dor abdominal, hemorragia e destruição das glândulas supra-renais. O uso de medicamentos que destroem a flora intestinal, como os antibióticos, especialmente as tetraciclinas, podem causar problemas na produção da vitamina B5 a partir da flora intestinal.

Fontes Naturais
Carne, cereais integrais, farelo, rins, nozes, frango, mel, gema de ovos, peixe, queijo, amendoim, feijões, batata doce, couve-flor, ervilhas, abacate, etc.


Vitamina B6
A Piridoxina, é necessária para que a vitamina B12 seja absorvida. Além disso é requerida para o funcionamento de mais de 60 enzimas do corpo e também para a síntese de proteínas.
De todas as vitaminas B, a B6 é a mais importante para a saúde do sistema imunológico. É usada no combate aos sintomas da TPM (Tensão Pré - Menstrual) e da menopausa.

Deficiência
A deficiência manifesta-se por: anemia, distúrbios nervosos, fadiga e problemas de pele.

Fontes Naturais
Levedura de cerveja, fígado, rins, coração, melão, repolho, mel, ovos, etc.


Vitamina B9
Conhecida também como ácido fólico ou folacina é útil no tratamento de doenças cardíacas.
A vitamina B9 é essencial para a divisão das células do corpo e é requerida para a utilização da glicose e de aminoácidos.
Ingerida desde antes da concepção e em especial no primeiro trimestre da gravidez, a vitamina B9, pode prevenir a espinha bífida.

Deficiência
A carência desta vitamina origina fraqueza, letargia, fadiga extrema, falta de sono, irritabilidade, debilidade mental.

Fontes Naturais
Vegetais de folhas verde-escuras, cenoura, fermento, fígado, cereais, abacate, gema do ovo, melão e damasco.


Vitamina B12 Esta vitamina também é designada cobalamina ou cianocobalamina é essencial para a saúde do metabolismo dos tecidos nervosos e a sua deficiência pode causar danos no cérebro e distúrbios neurológicos.
A vitamina B12 existe em diversas formas, denominadas B12, B12a, B12b, B12c, B12f, B12m, B12s.
Pode reduzir a severidade das alergias, assim como aumentar os níveis de energia.

Deficiência Anemia perniciosa, problemas menstruais, deterioração mental, tremores.

Fontes Naturais Fígado, carne bovina e suína, ovos, leite, queijo e rim.


Vitamina H
Vitamina H, Biotina ou Coenzima-R, não é uma vitamina verdadeira, mas funciona com as vitaminas do complexo B, também sendo hidrossolúvel.
A Biotina é eliminada do corpo por excesso de álcool, alimentos cozidos ou refinados e antibióticos.
É essencial para o metabolismo normal de gorduras e proteínas.

Deficiência
Eczema, fadiga, diminuição do metabolismo das gorduras.

Fontes Naturais
Nozes, frutas, carne vermelha, fígado, gema, leite, rins, arroz não-polido e levedura de cerveja.


Vitamina C
Também chamada ácido ascórbico é a vitamina, sob forma de suplemento, mais utilizada em todo o mundo e ainda assim as pesquisas indicam que uma grande parte da população apresenta deficiência.
É uma das mais versáteis vitaminas, é antioxidante e, entre as suas muitas funções, acredita-se que aumente a imunidade e combata as infecções.

Deficiência
Fraqueza, baixa capacidade de cura, irritabilidade, sangramento nas gengivas, facilidade de se ferir, perda de dentes, dores nas juntas, flacidez de pele, escorbuto (doença provocada por carências graves de vitamina C).

Fontes Naturais
Todas as frutas cítricas, especialmente laranja, limão, acerola, kiwi, frutas silvestres (fruto da roseira, groselha preta, etc.), brócolos, batata inglesa, batata doce, couve-flor, tomate, fígado e todos os vegetais.


Vitamina D
Também denominada calciferol, é lipossolúvel e pode ser produzida na pele a partir da energia do sol, sendo que a luz solar é necessária para o nosso corpo a sintetizar, já que não é encontrada em grande quantidade nos alimentos.
É importante para a absorção do Cálcio e do Fósforo, ajuda a regular o metabolismo do Cálcio e em conjunto com a vitamina K age na fixação do mesmo nos ossos.

Deficiência
Raquitismo, osteopatia, dor nos ossos, debilidade e espasmos musculares, osteoporose.

Fontes Naturais
É encontrada na cavala, na sardinha, no bacalhau e em todos os óleos de peixe.


Vitamina E
Também conhecida por tocoferol, é lipossolúvel e uma das principais vitaminas Antioxidantes.
É importante para a produção de energia e na manutenção da saúde em todos os níveis.
Ao contrário da maioria das vitaminas lipossolúveis, a vitamina E é armazenada no corpo por pouco tempo e até 75% das doses diárias são excretadas com as fezes.
Influi na produção de energia, actuando nos níveis do colesterol, auxiliando na redução do risco de doenças do coração. Tem também uma importante acção nos tratamentos da TPM (tensão pré-menstrual).

Deficiência
Não apresenta nenhum sintoma evidente, como nas outras vitaminas.

Fontes Naturais
Gérmen de trigo, soja, óleos vegetais, brócolos, verduras, cereais integrais e ovos.


Vitamina K
A Menadiona é lipossolúvel sendo fundamental na coagulação sanguínea.
São conhecidas diversas formas naturais de vitamina K.
As vitaminas naturais são solúveis na gordura e bastante estáveis ao calor. São encontradas no iogurte, na alface, na gema de ovo, no óleo de açafrão, no óleo de soja, no óleo de fígado de peixe, nas algas e nas verduras.
Actua directamente na síntese de Protrombina e outras proteínas importantes à coagulação do sangue.

Deficiência
A deficiência desta vitamina é bastante rara.

Fontes Naturais
Couve-flor, chá verde, espinafre, brócolos, alface, couve, fígado, agrião, espargos.

O amaranto ainda é pouco conhecido no Brasil, mas esse grão, também chamado de feijão dos Andes, já faz muito sucesso em outros países. Ele...


O amaranto ainda é pouco conhecido no Brasil, mas esse grão, também chamado de feijão dos Andes, já faz muito sucesso em outros países. Ele possui aproximadamente 15 % de proteínas de alto valor biológico (aquelas com todos os aminoácidos essenciais que o corpo não produz), valor superior aos cereais mais comuns, como milho, arroz e trigo. Isso o torna uma ótima opção para atletas, praticantes de atividade física e idosos, uma vez que o amaranto estimula a recuperação e o ganho de massa magra.

O grão possui valor nutricional comparado ao do leite, sendo excelente, também, para crianças e mulheres na fase de gestação e amamentação. Além disso, é recomendado para celíacos e para os intolerantes à lactose, já que é isento de glúten e lactose.

O amaranto é rico em cálcio biodisponível, que é melhor absorvido pelo organismo, ferro, zinco, magnésio, fósforo, vitaminas A e C e fibras. Elas ajudam na redução dos níveis de colesterol no sangue e auxiliam na perder peso, pois os flocos naturais de fibra reduzem o apetite.

O grão também apresenta ação antioxidante, pois possui um composto chamado esqualeno, encontrado em grande quantidade apenas em alguns peixes. Além disso, contribui para a melhora do funcionamento do sistema imunológico.

O amaranto quase não tem gosto. A farinha pode ser usada em inúmeras misturas sem comprometer o sabor e adicionando todas suas boas propriedades ao prato. O grão pode ser consumido com frutas e iogurte, usado como ingrediente para preparação de pães, bolos, doces, sopas e vitaminas e também pode ser consumido como pipoca.

Abaixo, uma receita deliciosa para você experimentar o amaranto. Bom apetite!

Bolo de amaranto com banana

Ingredientes:

- 2 ovos
- 1 xícara de açúcar mascavo
- 1colher de sopa de margarina
- 2 bananas amassadas
- ½ xícara de amido de milho
- ½ xícara de farinha de trigo
- 1 colher de chá de sal
- 1 colher e meia de fermento para pão
- 1 xícara de flocos de amaranto, que podem ser comprados em grandes supermercados ou em lojas especializadas
- ½ de xícara de leite desnatado

Modo de preparo:

Em uma batedeira, bata os ovos com açúcar. Em seguida, coloque a margarina e a banana amassada. Assim que estiver tudo misturado, coloque o amido de milho e mexa com uma colher até incorporá-lo na massa. Depois, volte a bater e coloque a farinha de trigo e o sal.

Coloque os flocos de amaranto e mexa com uma colher até deixá-lo bem misturado na massa. Acrescente o leite e volte a bater. Em uma forma untada, deposite a massa, espalhe e enfeite com rodelas de banana. Polvilhe açúcar e canela a gosto. No forno pré-aquecido, em temperatura média, coloque a forma para assar por 40 a 45 minutos.

Para melhorar a qualidade da alimentação é preciso aproveitar os benefícios dos vegetais. As beterrabas, além de serem usadas em saladas, ...



Para melhorar a qualidade da alimentação é preciso aproveitar os benefícios dos vegetais. As beterrabas, além de serem usadas em saladas, podem ser preparadas como suco. O suco de beterraba é altamente laxante e ajuda na recuperação de emoções fortes (pânico, medo, ira). É depurativo do sangue, fortalecendo o coração, fígado, vesícula biliar e as glândulas endócrinas; combate anemia, diabetes, obesidade e tumores em geral.

Você sofre de pressão arterial? Pesquisadores descobriram que o suco da beterraba reduz a pressão arterial dentro de 24 horas, diminuindo assim o risco de doenças cardíacas e acidentes vasculares cerebrais (AVC). Os cientistas concluíram que o nitrato encontrado naturalmente na beterraba é a causa do efeito benéfico.

Além disso, o suco de beterraba aumenta a resistência física e permite que atletas se exercitem por até 16% de tempo a mais — segundo um estudo realizado pela Universidade de Exeter, na Grã-Bretanha. O nitrato da beterraba ajuda a reduzir o consumo de oxigênio, aumentando o esforço necessário para que as pessoas cheguem à exaustão. O efeito de um copo de 500 ml do suco é maior que o de treinamento regular. A descoberta beneficia pessoas com doenças respiratórias e metabólicas, além de atletas de esportes de resistência.

Os cientistas ainda não sabem ao certo como o nitrato do suco de beterraba ajuda a aumentar a disposição física, mas eles suspeitam que a substância se transforma em óxido nítrico no corpo, reduzindo a quantidade de oxigênio consumida durante o exercício.

Suco de Beterraba, Laranja e Cenoura


Essa receitinha já é conhecida por muitos… Mas vocês conhecem os verdadeiros benefícios desse suco? A laranja é rica em vitamina C, que ajuda na absorção do ferro presente na beterraba. A cenoura contém betacaroteno, um antioxidante que auxilia na proteção das células do organismo.

Receita

2 laranjas
Meia beterraba
1 cenoura
Meio copo com água
Bata tudo no liquidificador
Característica do Mix

Hidrata o organismo
Nutritivo
Sem gorduras saturas e trans
Previne doenças
Baixo teor de sódio
Sem lactose e glúten
Fortalece o organismo


Beterraba

Quando usada em sucos naturais, fornece boas quantidades de antioxidantes e carotenóides — que são responsáveis pela cor vermelha e ajudam a evitar que o colesterol ruim se acumule nas paredes das artérias.

As beterrabas cruas são ainda uma excelente fonte de ácido fólico, uma vitamina do complexo B muito importante para as mulheres grávidas ou para aquelas que pensam engravidar. Esta vitamina, além de importante para evitar um tipo de anemia, diminui significativamente o risco de o feto desenvolver uma malformação da medula espinhal.

Laranja


Excelente fonte de vitamina C e antioxidantes, ela protege as células contra danos causados pelos radicais livres (produzidos no organismo com a queima de oxigênio). Uma laranja de tamanho médio contém cerca de 70mg desta vitamina. Mas a laranja não é apenas fonte de vitamina C: ela tem ainda quantidades menores de outras vitaminas e minerais, como betacaroteno, tiamina, fosfato e potássio.

Cenoura


A cenoura é uma excelente fonte de vitamina A, cujas necessidades diárias podem ser quase supridas com apenas 100 gramas desse legume. Essa vitamina contribui para o bom estado da vista, da pele e das mucosas. Além disso, a cenoura contém muitos sais minerais, como Fósforo, Cloro, Potássio, Cálcio e Sódio; necessários ao bom equilíbrio do organismo. Contém também as vitaminas do Complexo B, que ajudam a regular o sistema nervoso e a função do aparelho digestivo.

As castanhas, também conhecidas como frutas oleaginosas, são fontes de fibras, ricas em vitaminas e minerais como potássio, selênio, magnési...

As castanhas, também conhecidas como frutas oleaginosas, são fontes de fibras, ricas em vitaminas e minerais como potássio, selênio, magnésio e zinco.

As castanhas são compostas de gordura saudável, as do tipo insaturadas como ácidos graxos monoinsaturados e poliinsaturados. Essas gorduras são responsáveis por efeitos benéficos como diminuição do LDL (colesterol ruim) e pelo aumento do HDL (colesterol bom), prevenindo, assim, doenças cardiovasculares.

Elas repõem a quantidade do nutriente necessária para combater o envelhecimento celular causado pela formação natural de radicais livres.

Estudos indicam que, quando parte de uma dieta balanceada, as castanhas auxiliam na perda de peso, pois são ricas em gorduras monoinsaturadas, responsáveis por manter o nível de açúcar no sangue estável e por ativar o metabolismo na queima de gorduras.

Castanha do Pará


A castanha do Pará tem ação tonificante, fortalecedora e nutritiva para o corpo. É indicada principalmente contra desnutrição e anemia. São também muito eficazes para ativar o cérebro e para aliviar constipações intestinais.

A castanha é rica em selênio, vitamina E, ácido fólico, cálcio, fósforo, magnésio e ácido graxo ômega 3.

O selênio — principal componente da castanha — é um mineral importantíssimo para uma vida longa e saudável. Ele é essencial para acionar enzimas que combatem os radicais livres. O selênio ajuda a formar enzimas antioxidantes, além de fortalecer as defesas do organismo.

O mineral também está intimamente associado à capacidade de o organismo se livrar de substâncias tóxicas, ajudando-o inclusive a expulsar possíveis metais pesados que estejam alojados nas células.

Quantidade recomendada: 1 unidade por dia.

Noz


É rica em vitaminas A, C, E e potássio. A noz é capaz de beneficiar suas veias e artérias. Taxas elevadas dessa substância no sangue ajudam a diminuir o colesterol alto. As nozes também apresentam um grande conjunto de antioxidantes, como ômega-3 e os polifenóis.

As nozes são uma boa opção uma vez que possuem maior concentração da vitamina E alfa-tocoferol — a forma da vitamina E que o corpo melhor absorve e utiliza.

Os antioxidantes existentes nas nozes possuem papel significativo contra os agressores das macromoléculas como DNA, proteínas, lipídeos e lipoproteínas. Incluir uma noz na dieta ajuda na prevenção de doenças crônicas degenerativas e desta forma proporcionar uma vida longa e de qualidade.

Quantidade recomendada: 1 unidade por dia.

Amêndoa


Contém ácido fólico, niacina, potássio, vitamina E, magnésio, fósforo, gorduras monoinsaturadas e proteínas. Para quem quer usufruir dos benefícios das oleaginosas e ainda perder peso, a amêndoa é mesmo a melhor opção. Tonifica o sistema nervoso, diminui o colesterol e melhora as afecções cardíacas.

A gordura monoinsaturada contida na amêndoa tem efeito benéfico na circulação e no colesterol, e também contribui na redução dos radicais livres por seu potente efeito antioxidante.

As amêndoas são excelentes restaurativas, tonificantes, nutritivas e ótimos tônicos para os nervos. A ingestão diária ajuda a proteger os rins e os órgãos reprodutores, fortalece os ossos, e ainda restabelece a força física e mental.

Quantidade recomendada: 4 unidades por dia.

A vitamina B, na verdade, é um complexo de oito vitaminas. Elas são hidrossolúveis e possuem importante ação no metabolismo celular. As c...


A vitamina B, na verdade, é um complexo de oito vitaminas. Elas são hidrossolúveis e possuem importante ação no metabolismo celular.

As consequências da falta de vitaminas do complexo B são geralmente neurológicas, dermatológicas e gastrointestinais.

Benefícios do Complexo B
As vitaminas do complexo B são as maiores responsáveis pela manutenção da saúde emocional e mental do ser humano. Também podem ser úteis nos casos de depressão e ansiedade. Ajudam a manter a saúde dos nervos, pele, olhos, cabelos, fígado e boca, assim como a tonicidade muscular do aparelho gastrintestinal.

Facilita a digestão e absorção dos carboidratos, das proteínas e da gordura. No estômago, as vitaminas B estimularão a liberação e controlarão a ação do suco gástrico, ajudando na absorção e digestão dos nutrientes e, dessa forma, aumentarão a eficácia de sua dieta. Se você é um esportista ou praticante de atividades físicas que deseja obter o máximo de benefícios da sua dieta, a suplementação com complexo B é indicada.

Vitaminas do Complexo B
Vitamina B1 (Tiamina)
A tiamina é importante para produção de ácido clorídrico e para a formação do sangue. Tem importante função no metabolismo dos carboidratos. Não há problema se for ingerida em excesso, pois ela não se acumula no organismo (é eliminada pelas fezes). A absorção fica prejudicada com o consumo elevado de álcool, que interfere no transporte da substância. A deficiência de vitamina B1 manifesta-se principalmente em pacientes alcoólatras e é denominada beribéri.

Os sintomas principais das falta da Tiamina são fadiga, depressão, anorexia e instabilidade emocional. Podem aparecer também sintomas gastrointestinais e insuficiência cardíaca.

Vitamina B2 (Riboflavina)
A riboflavina é fundamental no processo metabólico de proteínas, carboidratos e gorduras. A riboflavina também está envolvida nos processos de manutenção da integridade cutânea. Ela é necessária para a formação de hemácias, produção de anticorpos, respiração celular e para o crescimento de forma geral. Alivia a fadiga ocular (vista cansada) e é importante na prevenção e tratamento da catarata. Participa do metabolismo de carboidratos, gorduras e proteínas.

Vitamina B3 (Niacina)
A vitamina B3 é necessária para a circulação adequada e pele saudável. Vitamina B3 ajuda no funcionamento do sistema nervoso, no metabolismo de carboidratos, lipídeos e proteínas, e na produção de ácido clorídrico para o sistema digestivo. A niacina reduz o colesterol e melhora a circulação.

Vitamina B5 (Ácido Pantotênico)
Conhecida como a vitamina "antiestresse", a vitamina B5 atua na produção dos hormônios supra-renais e na formação de anticorpos. A utilização de vitaminas auxilia na conversão de lipídeos, carboidratos e proteínas em energia. Esta vitamina é necessária para produzir esteróides vitais e cortisona na glândula supra-renal e é um elemento essencial da coenzima A.

Vitamina B6 (Piridoxina)
A piridoxina participa de mais funções orgânicas do que qualquer outro nutriente isolado. Muitas reações do metabolismo são dependentes da piridoxina. É importante tanto para a saúde física quanto mental. A vitamina B6 é uma coenzima e interfere no metabolismo das proteínas, gorduras e triptofano. Atua na produção de hormônios e é estimulante das funções defensivas das células. Participa no crescimento dos jovens.

Vitamina B7 (Biotina)
A biotina ajuda no crescimento celular, produção de ácidos graxos, metabolismo de carboidratos, lipídeos e proteínas, e na utilização das vitaminas do complexo B. Quantidades suficientes são necessárias para a saúde dos cabelos e pele. A biotina pode evitar a queda de cabelos em alguns homens.

Vitamina B9 (Ácido Fólico)
Considerado um alimento para o cérebro, o ácido fólico é necessário à produção de energia e formação das hemácias.

Vitamina B12 (Cobalamina)
A vitamina B12 é necessária na prevenção da anemia. Auxilia na formação e longevidade das células. Essa vitamina também é necessária à digestão apropriada, absorção dos alimentos, síntese de proteínas e metabolismo de carboidratos e lipídeos. Além disto, a vitamina B12 previne danos aos nervos, mantém a fertilidade e promove o crescimento e desenvolvimento normais. É essencial para o funcionamento da célula, principalmente no trato gastrointestinal, medula óssea e tecido nervoso. É necessária para a formação de DNA e afeta a formação de mielina.

Fontes de Alimentos do Complexo B
Vitamina B1 (Tiamina)
Carnes vermelhas, fígado, legumes cereais, leite e ovos.

Vitamina B2 (Riboflavina)
Carnes vermelhas e brancas, fígado, leite, queijos e ovos.

Vitamina B3 (Niacina)
Carnes vermelhas e brancas, fígado, ovos e germe de trigo.

Vitamina B5 (Ácido Pantotênico)
Carnes vermelhas, fígado, rins, germe de trigo, brócolis, batata e tomate.

Vitamina B6 (Piridoxina)
Carnes vermelhas, fígado, leite e ovos e germe de trigo.

Vitamina B7 (Biotina)
Carnes vermelhas, gema de ovo, cereais.

Vitamina B9 (Ácido Fólico)
Miúdos, vegetais folhosos, legumes, milho e amendoim.

Vitamina B12 (Cobalamina)
Carnes vermelhas e brancas.

O grão do trigo é uma semente da família gramínea. Cada semente contém três partes distintas que são separadasdurante o processo de moagem ...


O grão do trigo é uma semente da família gramínea. Cada semente contém três partes distintas que são separadasdurante o processo de moagem para produção da farinha de trigo. O grão de trigo é o armazenador de nutrientes essenciais para a dieta do ser humano.

O trigo integral é rico em fibras. O farelo de trigo, particularmente, ocupa um dos primeiros lugares como preventivos da constipação. O farelo é um forte anticancerígeno, além de combater o póliposque — componente que pode se transformar em câncer de cólon. Nas mulheres, o farelo de trigo combate o câncer de mama diminuindo o estoque de estrogênio, além de combater também parasitas.

Germe de Trigo
O germe do cereal é a parte da semente que dará origem a uma nova planta por meio da germinação. Ele apresenta uma quantidade elevadíssima de proteínas e vitaminas (complexo B e E)

Óleo de Germe de Trigo
O óleo do germe de trigo é rico em vitamina E. Ele possui propriedade antioxidante que atua no combate aos radicais livres, protegendo as células. A vitamina E, apesar de ser um nutriente essencial para o organismo, não está presente nos cardápios do dia-a-dia. Por isso, é importante acrescentar o germe de trigo na nossa dieta.

O tomate é um fruto de formato arredondado e cor vermelha. Esse fruto é rico em licopeno, um agente antioxidante e anticancerígeno que inter...

O tomate é um fruto de formato arredondado e cor vermelha. Esse fruto é rico em licopeno, um agente antioxidante e anticancerígeno que intervém nas reações em cadeia das moléculas de radicais livres.

O tomate está associado a índices reduzidos de câncer de pâncreas, cervical e próstata. Ele protege o organismo de infecções bacterianas, assim como de perturbações digestivas e pulmonares. Em cataplasmas ou cru, ele age como desinflamatório, sendo também muito benéfico para a atividade cerebral.

O suco de tomate puro servido com salsa ajuda a dissolver cálculos renais. Além disso, é ótimo para combater as infecções e exerce efeito anti-séptico no corpo, neutralizando resíduos ácidos.

O tomate contém grandes quantidades de vitaminas (A, complexo B e C) e sais minerais (ácido fólico, potássio e cálcio).

O Tomate e a Beleza
O tomate é refrescante, tonificante e auxiliar da circulação sangüínea, além de aliviar as queimaduras do sol. Ele pode ser aplicado no rosto para restaurar sua acidez relativa depois de um tratamento de limpeza. Para aqueles com pele oleosa, podem aplicá-lo todos os dias. Já para aqueles com peles secas, apenas uma vez por semana. O suco do tomate combate a caspa e a queda de cabelo.

O pepino é predominantemente formado por água. A água do pepino ajuda no controle da temperatura do corpo e nos processos orgânicos, oferec...


O pepino é predominantemente formado por água. A água do pepino ajuda no controle da temperatura do corpo e nos processos orgânicos, oferecendo nutrientes para as células e eliminando delas suas impurezas.

Ele possui muita fibra e é importante para o sistema digestivo. Esta hortaliça é um poderoso tônico para o fígado e rins, além de dar força aos cabelos e unhas — graças ao alto teor de sílica e flúor.

O pepino é alcalinizante, calmante, refrescante, emoliente, laxante, estimulante e mineralizante.

Além disso, o pepino é um diurético natural e de grande ajuda na dissolução de cálculos renais. Ele é rico em potássio, que proporciona flexibilidade aos músculos e dá elasticidade às células que compõem a pele. Isso resulta em rejuvenescimento da epiderme, especialmente a do rosto.

Suco de Pepino
O suco de pepino é utilizado para inflamações do tubo digestivo e da bexiga. Ele tem também ação purificante e serve para eliminar a gordura da pele. O suco de pepino é conhecido por ser um ótimo diurético. Ele auxilia nos casos de pressão arterial, nas enfermidades dos dentes e das gengivas. Além disso, poder ser utilizado como cosmético para o rosto e no couro cabeludo para combater a caspa.

Os grãos do milho são muito nutritivos. Eles possuem uma elevada proporção de carboidratos, gorduras e proteínas digestíveis. O milho possu...


Os grãos do milho são muito nutritivos. Eles possuem uma elevada proporção de carboidratos, gorduras e proteínas digestíveis. O milho possui grandes quantidades de vitaminas (principalmente B1 e E), sais minerais (ferro e potássio) e fibras.

Uma espiga de milho média contém por volta de 80 calorias. O milho verde possui propriedades anticancerígenas e antivirais. Se consumido em pequenas porções, pode neutralizar a acidez estomacal.

O milho é um alimento de fácil digestão. Por isso, pode ser consumido por pessoas com problemas digestivos. O óleo de milho é o mais indicado para uso culinário, pois dificulta a formação de gordura no sangue, reduzindo o nível de colesterol.

A couve é uma hortaliça muito rica em minerais (cálcio, ferro e fósforo) e vitaminas (A, complexo B e C). Ela é excelente para combater pro...


A couve é uma hortaliça muito rica em minerais (cálcio, ferro e fósforo) e vitaminas (A, complexo B e C). Ela é excelente para combater problemas digestivos, enfermidades do fígado, cálculos renais, menstruação dolorosa, artrite, bronquite, além de curar úlceras estomacais. A couve pode ainda ser utilizada para evitar ressacas, aliviar a prisão de ventre (devido ao seu alto teor de fibras), evitar a má disposição e aliviar dores causadas pelas úlceras gástricas.

A couve é depósito formidável de iodo, devendo ser consumida regularmente por portadores de bócio ou papeira — doença originariamente produzida por deficiência na ingestão deste mineral.

O iodo da couve é constituinte essencial da glândula tireóide, participando na produção diária dos hormônios tiroxina (T4) e triodotironina (T3).

Suco de Couve
O suco de couve é um tônico mineralizante excelente para o organismo, além de atuar como vermífugo e estimulador do apetite. Apesar de o suco possuir um teor de calorias muito baixo, ele satisfaz a sensação de apetite. Sendo assim, pode ser recomendado para tratamento em obesos.

O suco é muito rico em enxofre. Por isso, pode ser utilizado para combater a seborréia do couro cabeludo.

A soja é rica em hormônios e aumenta os níveis de estrogênio, aliviando os sintomas da menopausa. . Essa planta possui atividade anticancer...


A soja é rica em hormônios e aumenta os níveis de estrogênio, aliviando os sintomas da menopausa. . Essa planta possui atividade anticancerígena e acredita-se que combate especialmente o câncer de mama. Ela é a fonte mais rica de potentes inibidores da protease, agente anticancerígeno e antiviral.

A soja pode ajudar na inibição de doenças cardiovasculares, também auxiliando na redução do colesterol e triglicerídeos. Ela tem uma concentração de proteínas elevada, por isso pode substituir perfeitamente a carne.

A soja contém um componente chamado isoflavona. Ele é essencial para o período do climatério da mulher, auxiliando a manutenção óssea através da preservação de cálcio.

A salsinha é rica em vitaminas A e C. Ela é ótima para aliviar dores no estômago e eliminar gases do estômago e intestino. Essa hortaliça a...


A salsinha é rica em vitaminas A e C. Ela é ótima para aliviar dores no estômago e eliminar gases do estômago e intestino. Essa hortaliça atua nos distúrbios urinários por ser um diurético natural — que ajuda os vasos sangüíneos a eliminarem o excesso de líquido.

A salsa é também anticancerígena, devido à sua alta concentração de antioxidantes. Ela deve sempre fazer parte das saladas porque atua como um desodorante interno.

O suco da salsa, quando aplicado em gotas, alivia a dor de ouvido. As folhas, em cataplasmas, são antiinflamatórias. E quando usada em forma de tópicos, age como calmante das pálpebras e olhos, desodorante bucal e controlador da oleosidade da pele.

O repolho é recomendado contra anemia e desnutrição. O chá de suas folhas faz bem ao estômago. Além de acelerar o metabolismo do estrogênio...


O repolho é recomendado contra anemia e desnutrição. O chá de suas folhas faz bem ao estômago. Além de acelerar o metabolismo do estrogênio, acredita-se que ele ajuda a deter o câncer de mama e a suprimir o crescimento de pólipos — um prelúdio para o câncer de cólon. Em pequenas quantidades, o repolho é bom para tratamentos de úlceras. Essa hortaliça possui poderes antibacterianos, anticancerígenos, antioxidantes e antivirais.

Em cataplasmas, as folhas são boas contra feridas, inflamações, hemorróidas e reumatismo.

O suco, friccionado duas vezes por dia no couro cabeludo, estimula o crescimento dos cabelos.

Esta hortaliça crua é uma ótima fonte de vitaminas A e C.

O repolho branco é depurativo do sangue, estimulante da digestão, auxilia no combate à tuberculose e em todos os casos de cansaço físico. Deve ser comido cru e bem mastigado.

O repolho roxo, por sua vez, tem propriedades estimulantes na produção de hormônios e auxilia na queima das gorduras.

Se ingerido em excesso, o repolho pode causar flatulências em algumas pessoas.

O feijão é um dos mais importantes componentes da dieta alimentar do brasileiro. Ele é reconhecidamente uma excelente fonte protéica, além ...


O feijão é um dos mais importantes componentes da dieta alimentar do brasileiro. Ele é reconhecidamente uma excelente fonte protéica, além de conter propriedades com ação antioxidante que podem reduzir a incidência de doenças.

O feijão é uma semente com alto valor nutritivo. Ele contém carboidratos, proteínas vegetais, vitaminas, minerais, fibras e principalmente ferro.

A maioria das cultivares de feijão apresenta em torno de 25% de proteína — que é rica no aminoácido essencial lisina, mas deficiente em aminoácidos sulfurados. Essa deficiência, contudo, é suprida pelo consumo do feijão com alguns cereais, especialmente o arroz. Isso faz com que a tradicional dieta brasileira — o arroz com feijão — seja perfeitamente complementar no que se refere aos aminoácidos essenciais.

O feijão é um poderoso remédio para reduzir o colesterol e regular os níveis de açúcar no sangue. Ele é muito indicado aos diabéticos.

O espinafre é uma excelente fonte de antioxidantes e antagonistas do câncer. Ele contém quatro vezes mais betacaroteno e três vezes mais lu...


O espinafre é uma excelente fonte de antioxidantes e antagonistas do câncer. Ele contém quatro vezes mais betacaroteno e três vezes mais luteína do que o brócolis. É rico em fibras que ajudam a diminuir o colesterol, além de ser uma verdura que possui um alto valor nutritivo.

O espinafre é também uma fonte notável de clorofila e vitamina A. Seu uso interno é considerado um ótimo auxiliar nos tratamentos cosméticos, pois ele ajuda a restaurar o funcionamento do intestino. Assim, reduz os índices de impureza da pele, deixando-a mais clara e facilitando a remoção das manchas do rosto produzidas pelos elementos biliares.

O espinafre é rico em ferro, por isso, é recomendado às pessoas anêmicas, escleróticas e desnutridas, pois revigora o sangue e vence a fadiga. Esta verdura é boa também para combater a pressão arterial alta, a hemofilia, cálculos renais, menstruação escassa e dolorida, artrites, escoburto e diarréias.

As folhas verde-escuras do espinafre contêm muitos outros nutrientes valiosos, especialmente antioxidantes e bioflavonóides que ajudam a bloquear as substâncias causadoras de câncer. Por exemplo, o espinafre é rico em carotenóides — pigmentos das plantas responsáveis pela sua cor verde-escura. Entre esses carotenóides está o beta-caroteno, fonte de vitamina A da planta, e a luteína. Ambos ajudam a prevenir o câncer de pulmão e da próstata.

Embora apresente inúmeros benefícios nutricionais, o espinafre contém alta concentração de ácido oxálico, o que atrapalha a absorção de ferro, cálcio e outros minerais. Para anular este efeito, coma espinafre com outros alimentos ricos em vitamina C. O consumo de espinafre em excesso não é recomendado para pessoas com problemas renais.

 A cenoura é muito rica em betacaroteno (poderoso antioxidante e anticancerígeno), fonte de fibras, minerais (fósforo, potássio, cálcio e ...


 A cenoura é muito rica em betacaroteno (poderoso antioxidante e anticancerígeno), fonte de fibras, minerais (fósforo, potássio, cálcio e sódio) e vitaminas (A, B2, B3 e C).

O betacaroteno é responsável pela coloração alaranjada característica do vegetal. Ele é uma provitamina A (substância que dá origem à vitamina A dentro do organismo). Ele ajuda o desempenho dos receptores da retina, melhorando a visão. O betacaroteno também é responsável por manter o bom estado da pele e das mucosas. Cem gramas de cenoura são suficientes para suprir as necessidades diárias de vitamina A.

A cenoura é um vegetal que contribui para aumentar a imunidade do nosso organismo porque combate as infecções. Além disso, ela diminui o risco de derrames em mulheres. A fibra solúvel da cenoura diminui o colesterol no sangue e promove o equilíbrio do corpo.

A cebola tem ótimos benefícios. Entre seus nutrientes, temos a quercetina — um potente antioxidante associado à inibição do câncer de estôm...


A cebola tem ótimos benefícios. Entre seus nutrientes, temos a quercetina — um potente antioxidante associado à inibição do câncer de estômago — e agentes anticancerígenos. Outro componente encontrado na cebola é a olerícola. Ela é uma substância que impede a formação de plaquetas no sangue, evitando assim o entupimento das artérias

Ela é uma boa aliada para ajudar no bom funcionamento do intestino, fígado, pâncreas e vesícula. Além de melhorar o aparelho circulatório e renal, ela reduz o risco de aparecimento do câncer de estômago. A cebola colabora para afinar o sangue, diminuir o colesterol, aumentar o HDL (colesterol bom), combater a asma, bronquite crônica, diabetes e infecções.

O consumo exagerado de cebola pode aumentar a formação de gases e causar desconforto gastrintestinal, principalmente se ela for consumida crua.

Depois de cozida ou escaldada, as suas propriedades fermentativas reduzem e a cebola já fica mais suave. Por outro lado, o consumo da cebola crua melhora o equilíbrio da flora intestinal e reduz o risco do aparecimento de câncer do colo retal.

O brócolis é um vegetal cujas folhas, flores e talos são comestíveis. Ele é um alimento rico em cálcio (importante para a formação e manute...


O brócolis é um vegetal cujas folhas, flores e talos são comestíveis. Ele é um alimento rico em cálcio (importante para a formação e manutenção dos ossos e dentes), fonte de vitaminas A e C. Além disso, apresenta ácido fólico (indicado para gestantes), selênio e potássio. Esse vegetal tem propriedades antioxidantes e anticancerígenas contra o câncer de pulmão, cólon e mama.

Além de ser rico em fibras e reduzir o colesterol, ele ajuda a acelerar a eliminação do estrogênio do organismo e é uma excelente fonte de cromo — que ajuda a regular a insulina e o açúcar no sangue.

Ao ingerir o brócolis regularmente, o risco de um homem desenvolver câncer de próstata reduz sensivelmente, especialmente quando há tumores mais agressivos. Os fitoquímicos são componentes que aparecem no brócolis e são conhecidos por proteger contra o câncer. O principal fitoquímico já descoberto é o Sulforafano, que elimina a H Pylori (bactéria responsável por problemas estomacais).

A beterraba é uma hortaliça rica em ferro, açúcares, vitaminas e sais minerais. Por ser rica em ferro, é recomendada para tratar anemia e q...


A beterraba é uma hortaliça rica em ferro, açúcares, vitaminas e sais minerais. Por ser rica em ferro, é recomendada para tratar anemia e qualquer problema de inflamação. Já os sais minerais — como sódio, potássio, zinco e magnésio — têm a função de: proteger o organismo contra perda excessiva de líquidos, ajudar no bom desempenho das atividades físicas; ativar os tecidos cerebrais e regular as funções musculares e nervosas. As vitaminas (A, complexo B e C) são aproveitadas pelo organismo apenas quando a beterraba é consumida crua.

A beterraba é indicada também para pessoas com problemas intestinais, devido a seu efeito laxante. Além disso, é um ótimo remédio para combater os desarranjos do baço e do fígado. Suas folhas em forma de cataplasma, com um pouco de gordura, são empregadas como refrescantes nas feridas da pele e inflamações em geral.

Para os que sofrem de pedras na bexiga, um remédio eficaz é ferver uma beterraba e tomar seu caldo três vezes ao dia. O suco de beterraba, por sua vez, é tônico, refrescante e diurético, e combate a litíase renal, descongestionando as vias urinárias.

A beterraba é um ótimo alimento para melhorar a resistência do organismo, porque age como restauradora do sangue, aumenta os glóbulos vermelhos e fortalece a medula óssea.

A beterraba auxilia na prevenção e progressão de reumatismos, artrose, artrite e gota. Também é normalizadora da bexiga e vesícula.

A batata é rica em carboidratos, sais minerais e vitaminas (Complexo B e C). Por isso, é uma grande fonte de energia para o corpo. A batat...

A batata é rica em carboidratos, sais minerais e vitaminas (Complexo B e C). Por isso, é uma grande fonte de energia para o corpo.

A batata possui inibidores da protease, anticancerígenos, alto teor de potássio; além de prevenir pressão alta e derrames. Ela também possui o benefício de ser relaxante muscular e remineralizante. O suco fresco da batata é muito eficaz contra a azia e protege contra úlceras gastroduodenais e do estômago.

Os nutrientes da batata podem perder-se no cozimento. Para manter seus nutrientes intactos, é preciso deixar a batata inteira, sem cortá-la e cobri-la com água o suficiente, até cozinhar por completo. A água do cozimento das batatas pode ser aproveitada: além de muito nutritiva, ela também ajuda a dissolver e expulsar substâncias venenosas do aparelho digestivo.

As batatas esverdeadas e as que estão em germinação nunca devem ser consumidas, pois produzem intoxicações que se manifestam através de cólicas, gastrites e até mesmo disenterias.

As batatas fritas, apesar de saborosas, absorvem muita gordura, o que torna a digestão lenta e difícil.

Quando crua e ralada, combate infecções, picadas de insetos e quaisquer irritações da pele.

Cozida, amassada e em aplicações quentes, ajuda a amadurecer furúnculos.

Rodelas de batata crua sobre a testa podem eliminar dores de cabeça.

A batata doce é fonte de antioxidante betacaroteno associada à prevenção de doenças cardíacas, catarata, derrame e diversos tipos de câncer.

O alho é um antibiótico natural extremamente eficaz à nossa saúde. Ele é um antimicrobiano com efeitos benéficos ao coração e circulação, a...


O alho é um antibiótico natural extremamente eficaz à nossa saúde. Ele é um antimicrobiano com efeitos benéficos ao coração e circulação, além de possuir propriedades anti-sépticas, diuréticas e de combate à febre. O alho possui um valor nutricional muito grande, e é composto de vitaminas (A1, B2, B6, C), aminoácidos, adenosina, sais minerais (ferro, silício, iodo), enzimas e compostos biologicamente ativos como a alicina.

Ele ajuda a evitar resfriados e a evolução da arteriosclerose. Por isso, é indicado nas afecções catarrais agudas e crônicas, como as bronquites que dificultam a respiração, tuberculose e pneumonia. Se o alho for preparado sob a forma de essência, este ajuda a aliviar os estados asmáticos e funciona como depurativo do sangue. As aplicações de preparados à base de alho estimulam o crescimento dos cabelos.

É recomendado o uso do alho em casos de ácido úrico, cálculos, diabetes, enfermidades do fígado, dos rins e da bexiga, além de esgotamento, insônia, picaduras de insetos, reumatismo e úlceras.

O alho pode ser indicado para auxiliar no tratamento de hipertensão arterial, redução dos níveis de colesterol e prevenção das doenças ateroscleróticas.

Como percebemos, o alho pode ser utilizado para curar e prevenir várias doenças, e não só como um simples tempero. Por isso, jamais deixe de usar essa maravilha que a natureza nos proporcionou.

A alface é uma planta herbácea rica em nutrientes e clorofila; e tem a função de alcalinizar e desintoxicar o corpo — principalmente o fíga...


A alface é uma planta herbácea rica em nutrientes e clorofila; e tem a função de alcalinizar e desintoxicar o corpo — principalmente o fígado. Esta hortaliça constitui uma importante fonte de vitaminas (A, C e niacina) e sais minerais (sais de enxofre, fósforo, ferro, cálcio e silício).

As vitaminas são importantes para o bom funcionamento dos órgãos da visão, pele, mucosas, aparelho digestivo, sistema nervoso e vasos sanguíneos; além de evitar a má formação dos dentes, combater infecções e ajudar na cicatrização dos ferimentos.

Os minerais são vitais para a saúde dos cabelos e do tecido cutâneo. O cálcio e o fósforo participam na formação dos ossos e dentes, ajudam na coagulação do sangue e na construção muscular. O ferro contribui para a formação do sangue.

A alface tem propriedade calmante, sendo capaz de tratar casos de insônia. A hortaliça ajuda as pessoas a ter um sono reparador e a controlar os acessos de histeria. Aconselha-se consumir alface à noite para dormir melhor, principalmente quando seu suco é adicionado a uma bebida quente que contenha mel. Ela também é considerada uma hortaliça benéfica em tratamentos faciais.

Em casos de inflamação e inchaços, faz-se aplicações tópicas de cataplasmas quentes de alface.

A alface é uma hortaliça que estraga rápido. Fora da geladeira, deve ser mantida com a parte de baixo dentro de uma vasilha com água ou dentro de saco plástico aberto, em local bem fresco por até um dia. Quando conservada em geladeira, deve ser mantida em saco plástico ou em uma vasilha de plástico tampada, retirando-se as folhas de acordo com a necessidade de consumo.

O aipo é um alimento rico em potássio, importante mineral para o bom funcionamento do organismo. Ele é uma excelente fonte de vitamina A e...


O aipo é um alimento rico em potássio, importante mineral para o bom funcionamento do organismo. Ele é uma excelente fonte de vitamina A e cálcio, além de ser um tradicional remédio para pressão alta. Os compostos do aipo têm um efeito diurético brando que contribui para desintoxicar o organismo. Este vegetal tem o benefício de possuir baixas calorias e ser rico em fibras, além disso, tem a função de reduzir inflamações e proteger contra o câncer.

Muitos povos asiáticos dão grande importância ao aipo, considerando-o um tônico e uma hortaliça com características medicinais. O aipo nunca deve faltar em nossa mesa, porque ele tem propriedades que reforçam e acalmam o sistema nervoso.

As vitaminas são elementos nutritivos essenciais para vida e possuem compostos nitrogenados. O organismo não é capaz de sintetizá-las e qu...



As vitaminas são elementos nutritivos essenciais para vida e possuem compostos nitrogenados. O organismo não é capaz de sintetizá-las e quando faltam na nutrição provocam carência no organismo.

A Vitamina C é um poderoso antioxidante e combate a formação dos radicais livres. Ela ajuda as células do organismo a crescer e permanecer sadias — principalmente as células dos ossos, dentes, gengivas e dos vasos sangüíneos.

A vitamina C é necessária para combater infecções, atuar na absorção do ferro, reduzir o nível de triglicerídeos e de colesterol, além de fortalecer o sistema imunológico.

Para o corpo humano estar em perfeito funcionamento, deve haver um balanço entre as substâncias oxidantes e antioxidantes. Quando as substâncias oxidantes aumentam de quantidade ou os antioxidantes diminuem, temos o chamado stress oxidativo que, em excesso, pode ser bastante tóxico para o organismo.

Movimentando-se pelas células, os radicais livres — que são substâncias bastante instáveis— tentam desesperadamente se ligar à outra molécula. Os alvos preferenciais são DNA e proteínas, que acabam sofrendo lesões após essa união e se tornam disfuncionais. O resultado são doenças dos mais diversos tipos.

A vitamina C deve ser ingerida diariamente, porque não é armazenada no corpo e é destruída pelo calor e pela exposição ao ar. A dose diária recomendada é 60 mg.

A deficiência de vitamina C pode causar doenças cardiovasculares, câncer, envelhecimento precoce, imunodeficiências, propensão a contrair virose, flacidez da pele, dificuldade de cicatrização, escorbuto e distúrbios emocionais.

O excesso da vitamina C pode causar formação de cálculos nos rins.

A melhor maneira de se obter a quantidade necessária desta vitamina é através da alimentação. A vitamina C é encontrada em alimentos como frutas cítricas, tomates, morangos, pimentões e brócolis. Uma dieta rica em frutas e vegetais pode ajudar a prevenir várias doenças, inclusive determinados tipos de câncer.


A vitamina C utilizada como cosmético ajuda na hidratação e na produção de substâncias que agem na renovação da pele. Ela tem um poder antioxidante, estimulando a eliminação de radicais livres — que são moléculas que causam danos às células e aceleram o processo de envelhecimento.

A vitamina C também atua na produção de colágeno, essencial em tratamentos de rejuvenescimento. É indicada para pessoas que apresentam linhas de expressão, rugas e outros danos causados pela exagerada exposição ao sol.

É considerada como um alimento funcional, ou seja, que contém, além de seus nutrientes básicos (carboidratos, proteínas, gorduras e fibras),...

É considerada como um alimento funcional, ou seja, que contém, além de seus nutrientes básicos (carboidratos, proteínas, gorduras e fibras), elementos que podem diminuir o risco de algumas doenças pois seu uso contínuo pode proporcionar aumento da defesa orgânica e redução do ritmo de envelhecimento celular.

Na composição da semente de linhaça estão presentes proteínas, fibras alimentares e ácidos graxos poliinsaturados (Ômega 3 e Ômega 6), que lhe conferem a propriedade de alimento funcional. A semente de linhaça é a mais rica fonte de Ômega 3 existente na natureza.

Os investigadores do INSTITUTO CIENTÍFICO PARA ESTADO DA LINHAÇA DO CANADÁ e dos Estados Unidos, têm enfocado sua atenção no rol desta semente na prevenção e cura de numerosas doenças degenerativas.

Muitos estudos estão sendo desenvolvidos para confirmar os benefícios do consumo regular da semente de linhaça. Alguns desses estudos afirmam que a linhaça poderia ajudar a baixar os níveis de colesterol, pois é rica em fibras solúveis. Também esta sendo estudada outras funções e tem benefícios como:

-- Rejuvenescedor
-- Baixa de peso
-- Auxilia no combate a anemia
-- Auxilia no combate ao câncer: de mama, de próstata, de colon, de pulmão, etc...
-- Auxiliar no combate à acne.
-- Auxiliar no equilíbrio hormonal, amenizando distúrbios causados pela TPM e menopausa;
-- Auxiliar na diminuição do risco de aterosclerose;
-- Auxiliar no controle Diabete - da glicemia
O consumo regular de linhaça favorece o controle dos níveis de açúcar no sangue.
Esta é uma excelente notícia para os insulina dependentes.
-- Vitalidade Física
-- Sistema Digestivo
-- Sistema Nervoso
-- Doenças Inflamatórias
--Retenção de Líquidos
-- Sistema Imunológico
-- Sistema Cardiovascular
-- Funcionamento Intestinal
-- Para o auxílio na redução de colesterol ruim, dos sintomas de TPM, menopausa
-- Para combater a agressividade e a obesidade
-- Condições da Pele e do Cabelo

Veja a composição nutricional de 15 g da Semente de Linhaça:

Valor calórico 43 Kcal
Carboidratos 1 g
Proteínas 2 g
Gorduras totais 3 g
Gorduras Saturadas 0 g
Gorduras Trans 0 g
Fibra alimentar 3 g
Ômega-3 58%
Ômega-6 16 %
Sódio 7,8 mg

Além disso, é a maior fonte alimentar de lignanas, compostos fitoquímicos parecidos com o estrogênio, que teriam propriedades anticancerígenas, principalmente em relação ao câncer de mama e cólon. Ainda contém vitaminas B1, B2, C, E e Caroteno e minerais como ferro, zinco, alguma quantidade de potássio, magnésio, fósforo e cálcio.

A semente de linhaça moída trás mais benefícios nutricionais que a semente inteira, que possui uma casca dura, difícil de digerir. Portanto, uma forma fácil quebrar as sementes é passá-la em um processador ou liquidificador na tecla pulsar, para que não vire pó. Depois, guarde-a em refrigerador, e deixe fora da luz. Desta forma, a utilização será ainda melhor.
As sementes podem ser utilizadas em iogurtes, saladas, sucos, vitaminas, misturada à cereais, massas de pães e bolos e em todos os outros alimentos. Também pode substituir o óleo ou gordura utilizada em uma receita. Por exemplo, se uma receita pedir 1/3 xícara (chá) de óleo, use 1 colher (sopa) de semente de linhaça moída, em substituição.

Vitalidade Física:
Um dos mais notáveis indicativos de melhora devido ao consumo de linhaça é o incremento progressivo na vitalidade e na energia.
A linhaça aumenta o coeficiente metabólico e a eficácia na produção de energia celular. Os músculos se recuperam da fadiga do exercício.

Baixa de Peso:
A linhaça moída é excelente para baixa de peso, pois elimina o colesterol em forma rápida .
Ajuda a controlar a obesidade e a sensação desnecessária de apetite, por conter grandes quantidades de fibra dietética, tem cinco vezes mais fibra que a aveia. Se você deseja baixar de peso, tome uma colher a mais pelas tardes.

Combate ao Cancer:
de mama, de próstata, de colon, de pulmão, etc...
A semente de linhaça contém 27 componentes anti-cancerígenos , um deles é ; a LIGNINA.
A semente de linhaça contém 100 vezes mais Lignina que os melhores grãos integrais.Nenhum outro vegetal conhecido até agora iguala essas propriedades. Protege e evita a formação de tumores. Só no câncer se recomenda combinar semente de linhaça moída com queijo cottage baixo em calorias.

Condições da Pele e do Cabelo:
Com o consumo regular de sementes de linhaça você notará como sua pele volta-se mais suave . É útil para a pele seca e pele sensível aos raios do sol. É ideal para problemas na pele , tais como: psoríase e eczema .
Recomenda-se também como máscara facial para uma limpeza profunda do cútis. Ajuda na eliminação do pano branco, manchas, acne, espinhas, etc.
É excelente para a calvície . Essa é uma boa notícia para quem sofre de fixar e NUTRIR teu cabelo. Não use vaselinas que danificam teu coro cabeludo e teu cabelo.

Sistema Digestivo:
Prevêem ou cura o câncer de colon. Ideal para artrite, prisão de ventre, acidez estomacal.
Lubrifica e regenera a flora intestinal .
Expulsão de gases gástricos .É um laxante por excelência.
Previne os divertículos nas paredes do intestino. Elimina toxinas e contaminadores.

Sistema Nervoso:
É um tratamento para a pressão. As pessoas que consomem linhaça sentem uma grande diminuição da tensão nervosa e uma sensação de calma.
Ideal para pessoas que trabalham sob pressão. Melhoras funções mentais dos anciãos , melhora os problemas de conduta
(esquizofrenia).
A linhaça é uma dose de energia para teu cérebro, porque contém os nutrientes que reduzem mais eurotransmissores
(reanimações naturais) .

Doenças Inflamatórias:
O consumo de linhaça diminui as condições inflamatórias de todo tipo.
Refere-se a todas aquelas doenças terminadas em "TITE", tais como: gastrite, hepatite , artrite, colite, amidalite, meningite , etc.

Retenção de Líquidos:
O consumo regular de linhaça, ajuda aos rins a excretar água e sódio. A retenção de água (Edema) acompanha sempre à
inflamação de tornozelos, alguma forma de obesidade, síndrome pré-menstrual, todas as etapas do câncer e as doenças cardiovasculares.

Sistema Imunológico:
A linhaça alivia alergias, é efetiva para o LUPUS.
A semente de linhaça por conter os azeites essenciais Omega 3, 6, 9 e um grande conteúdo de nutrientes que requeremos constantemente, faz com que nosso organismo fique menos doente, por oferecer uma grande resistência às doenças.

Sistema Cardiovascular:
É ideal para tratar a arteriosclerose, elimina o colesterol aderido nas artérias, esclerose múltipla, trombose coronária alta pressão arterial , arritmia cardíaca , incrementa as plaquetas na prevenção da formação de coágulos sanguíneos.
É excelente para regular o colesterol ruim .
O uso regular de linhaça diminui o risco de padecer de doenças cardiovasculares.
Uma das características UNICAS da linhaça é que contém uma substância chamada taglandina, a qual regula a pressão do sangue e a função arterial e exerce um importante papel no metabolismo de cálcio e energia.
O Dr. J H. Vane, ganhou o prêmio Nobel de medicina em 1962 por descobrir o metabolismo dos azeites essenciais Omega 3 e 6 na prevenção de problemas cardíacos.
Uma outra forma de conseguir os benefícios da linhaça é consumir o óleo de linhaça, que é extraído da semente inteira, usando métodos de extração desenvolvidos especialmente para este fim (a frio). O produto obtido é engarrafado (para ser usado em saladas ou pratos frios) ou colocado em cápsulas gelatinosas, sendo utilizado como suplementação de ômega-3.

Funcionamento Intestinal:
Para a melhora do funcionamento intestinal: de uma noite para o dia, coloque 1 colher (sopa) de semente de linhaça em ½ copo de água e deixe "descansar" por 12 horas, tome somente a água em jejum pela manhã.
Para evitar o desperdício as sementes podem ser adicionadas sobre saladas, iogurtes vitaminas...

Para o auxílio na redução de colesterol ruim, dos sintomas de TPM, menopausa:
Para o auxílio na redução de colesterol ruim, dos sintomas de TPM, menopausa.... Consuma diariamente 1 colher (sopa) de semente de linhaça preferencialmente triturada (como uma farofinha) sobre os alimentos. Evite que as sementes passem por processos térmicos de aquecimento para que sua gordura boa não oxide.

Para combater a agressividade e a obesidade:
duas colheres de sopa de linhaça trituradas no liquidificador. Coloca-se água ou suco para adoçar. Todos os dias; tomados em intervalos durante o dia na média de 4x ao dia; essas duas colheres.
1 colher de sopa de sementes de linhaça moídas (moa uma xícara no liquidificador e guarde o restante no freezer) - 3 colheres de sopa de água
Modo de preparo:
Misture a farinha e a água em uma tigela pequena. Deixe descansar por 1 a 2 minutos. (Torna-se muito espessa se ficar mais tempo). Em algumas receitas abundantes em líquidos, as sementes de linhaça moídas podem ser adicionadas diretamente aos ingredientes secos.

Modo de Usar na maioria dos casos:
Duas colheres de sopa por dia, batidas no liquidificador, se mistura em um copo de suco de fruta, ou sobre a fruta, ou com a aveia, ou iogurte no café da manhã ou no almoço. Podem tomar pessoas de todas as idades (crianças, adolescentes e anciãos). Inclusive mulheres grávidas.
Tecnologia do Blogger.