Querida amiga, é com muita satisfação que compartilho com vocês o lançamento da grife de lingerie da “Estética Absoluta”. Vai ser uma li...

    Querida amiga, é com muita satisfação que compartilho com vocês o lançamento da grife de lingerie da “Estética Absoluta”.
Vai ser uma linha, chique, charmosa, linda, ousada e acima de tudo muito confortável. Afinal toda mulher merece uma lingerie com todas essas qualidades.
Foi pensando em cada uma de você que escolhi pessoalmente todos os modelos a ser confeccionado.
Agora quero pedir para vocês votarem na enquete ao lado, para juntas escoler o nome da grife de lingerie, e também quero a sua sugestão.

PS: Se a sua sugestão for escolhida você ira ganhar um lindo conjunto de calcinha e sutiã.
Por isso meninas não se esqueçam de colocar seu email para que eu entre em contato.

Um grande beijo.

Chegamos a mais de 3000 visitas. venho agradecer pelas contantes visitas ao blog. Quando pensei em iniciar o blog, não imaginava quanto p...


Chegamos a mais de 3000 visitas.
venho agradecer pelas contantes visitas ao blog.
Quando pensei em iniciar o blog, não imaginava quanto prazeroso seria ter contato com vocês todos os dias. Espero realmente estar contribuindo com todos com as dicas de saúde e beleza.
Quero melhorar ainda mais, e aprender muito com vocês.
Continuem visitando nosso blog, deixando sugestões para que ele melhore cada vez mais.


Um grande beijo!!!!

A bromélia é uma planta ornamental cujo nome origina-se do grego BROMOS que significa MANJAR - COMIDA SABOROSA. Grande é o número de espéci...


A bromélia é uma planta ornamental cujo nome origina-se do grego BROMOS que significa MANJAR - COMIDA SABOROSA. Grande é o número de espécies, são mais ou menos 400. O fruto é mais aromático do que as flores. Uma das espécies mais conhecidas nacionalmente é o abacaxi.
Destaca-se sua importância econômica no antigo e expressivo aproveitamento industrial, conforme segue:
- suas folhas possuem fibras de excelente qualidade que são usadas para a confecção de tecidos.
- a alta qualidade de sua celulose é utilizada na fabricação de papelão ondulado leve.
- o chá da flor restabelece a pigmentação natural da pele e o equilíbrio térmico.
- além de ser uma ótima fonte de cálcio e vitamina A,B e C, possui uma substância de grande valor medicinal, - a enzima bromelina - que atua como substituta do suco gástrico, acelerando a passagem dos alimentos pelo estômago, melhorando a digestão.
Propriedades Medicinais:
- desobstrui o fígado
- combate as aftas e todas as afecções da mucosa
- é béquima (acalma a tosse)
- expectorante
- diurético suave
- vermífugo
- digestivo
- tem ação anorexígena, usado em dietas de emagrecimento, reduz o apetite.
- utilizado no tratamento da acne e como ingrediente de máscaras contra pele oleosa e para a prevenção do envelhecimento.

Modos de Preparo:
- diurético: espremer o abacaxi - não de todo maduro - e beber o suco puro 3 vezes ou mais ao dia.
- digestivo: ferver as cascas de um abacaxi em 3 copos de água até amolecer. Coar e deixar esfriar naturalmente. Beber 3 copos ao dia, durante as refeições.
- calmante para a tosse: aquecer um copo de água, adicionar 3 colheres de sopa do suco de abacaxi e duas colheres de sopa de sobremesa de mel. Beber ainda quente, antes de dormir.
- tratamento para acne juntar uma xícara de chá do suco fresco de abacaxi com uma colher de sopa de levedura de cerveja, misturar bem até obter uma massa homogênea e aplicar sobre a pele. Deixar em contato durante 20 minutos e em seguida enxaguar com água fria.
- máscara contra pele oleosa dissolver uma folha de gelatina em um copo de água fervente, acrescentar 1/2 xícara de chá de suco de abacaxi e mexer bem. Deixar esfriar e aplicar a mistura sobre as regiões mais oleosas da pele. Deixar em contato por 20 minutos e em seguida, enxaguar com bastante água fria.
- máscara para rejuvenescimento misturar duas colheres de sopa do abacaxi moído, duas colheres de sopa de farinha de arroz e uma colher de sopa de farinha de trigo, mexendo até obter uma mistura homogênea. Aplicar sobre o rosto limpo e deixar agir por 20 minutos, em seguida retirar com bastante água morna.
* Estas orientações não dispensam sua visita regular ao médico.


Dr. Marcos Stern - Farmacêutico e Bioquímico, especialista em Fitoterapia. CRF 349 - Responsável pela farmácia fitoterápica Marana.

Usar ou não usar? Esta é a questão. Ainda que nos Estados Unidos esteja suspensa a colocação de próteses mamárias com finalidade estética, ...


Usar ou não usar? Esta é a questão. Ainda que nos Estados Unidos esteja suspensa a colocação de próteses mamárias com finalidade estética, as técnicas usadas para reconstituição em casos de má formação ou conseqüências pós-traumáticas (por exemplo, em acidentes automobilísticos, mastectomias e etc.) são uma área de contínua negociação com o “Food and Drug Administration”, o organismo que regula as práticas médicas e farmacológicas norteamericanas.
A medida pode suscitar perguntas como: Por que as proibiram? Fazem mal? Se fazem, por que seguem utilizando em cirurgias reconstrutivas? O Dr.Jorge Pedro, médico da divisão de cirurgia plástica do Hospital de Clínicas da Universidade de Buenos Aires, sugere que não existe nenhuma relação entre os implantes mamários e o câncer de mama.
“Não há estudos que demonstrem que as mulheres que tenham implantes mamários, tenham maior probabilidade de desenvolver câncer de mama do que as que não possuem implantes - explicou Dr. Pedro - , ainda que também não existam estudos que provem o contrário” - completou.
Atualmente, uma de cada dez mulheres no mundo desenvolvem câncer de mama. “De fato, em um sentido os implantes trazem benefícios- comentou o especialista – porque as mulheres que os colocam devem visitar o médico regularmente. Desta forma, no caso de possuírem um tumor, provavelmente este será detectado precocemente” – assegurou-.
O cirurgião plástico ao indicar a mastoplastia de aumento, deve estudar muito bem a paciente. No estudo pré-cirúrgico habitual- exame de sangue, raio x de tórax, eletrocardiograma, risco cirúrgico-, deve-se acrescentar uma mamografia e/ou ecografia mamária segundo cada caso, e completar o estudo mamário com uma visita ao mastologista ou ginecologista, quem revisará a paciente, investigará seus antecedentes, avaliará os estudos e autorizará em definitivo a intervenção.
Exames de controle
Segundo o Dr. Pedro, é conveniente realizar também um exame reumatológico antes da cirurgia, que consiste em um exame de sangue especializado e uma visita ao reumatologista para detectar uma doença autoimune anterior a intervenção. Os dados obtidos servirão de parâmetro para seguir a evolução posterior, ainda que a investigação científica atual no mundo não encontrou nenhuma relação entre próteses mamárias e a produção de câncer ou doenças reumatológicas.
Em geral, com ou sem implantes, é aconselhável que mulheres maiores de 45 anos (e idealmente a partir dos 40 anos), realizem pelo menos uma vez ao ano uma mamografia de controle. A mamografia permite um diagnóstico precoce do mal, antes que o tumor alcance o tamanho de um centímetro, que é quando pode ser detectado pela palpação. O diagnóstico precoce é essencial para a sobrevida da paciente já que “entre 95 e 100% dos casos de diagnóstico precoce são curáveis”- informou Dr. Pedro, que ao mesmo tempo esclarece: - “o implante mamário é opaco aos raios X da mamografia, dificultando o diagnóstico. Nestes casos, é indicado que a paciente alerte ao especialista e este a realizará com uma manobra especial que basicamente empurra a prótese para trás deixando livre a glândula mamária, para que esta se faça visível.”
Outra técnica que se recomenda para as mulheres com implantes é a ecografia mamária, que também detecta pequenas lesões não palpáveis.

Lábios ressecados. Com o tempo frio não é apenas a pele que sofre. Os lábios de muitas pessoas costumam ficar especialmente rachados com a ...


Lábios ressecados. Com o tempo frio não é apenas a pele que sofre. Os lábios de muitas pessoas costumam ficar especialmente rachados com a queda de temperatura por causa da sensibilidade da pele nessa região. Eles ficam ressecados pelo ar ou vento frios e acabam rachando,descamando, ardendo e resultando em uma aparência ruim.
Inúmeras situações podem causar este incomodo várias situações podem desencadear o ressecamento dos lábios, como a alergia a batons, pasta de dentes, gloss, uso da medicação isotretinoína, uso de aparelho dentário e, atenção para este, o hábito de friccionar os lábios ou passar a língua , muitas vezes desencadeado pela ansiedade.
Uma das alterações provocadas pelo sol é o ressecamento tanto da pele quanto dos lábios, chamda de queilite. O fumo também causa o envelhecimento e ressecamento da pele labial.
A recomendação para evitar a região lisinha e macia é manter os lábios hidratados constantemente, com produtos a base de manteigas, como de cacau, karité, óleos como o de melaleuca, mineral e vaselina.Usar batons com hidratantes também é recomendado. E nem sempre o gloss é mais hidratante. Ele dura menos, tem menor fixação e se não tiver uma formulação especial para hidratar, só tem fins estéticos.

Você é do tipo que torce o nariz quando se depara com um pote de iogurte? Pois saiba que ele é um grande aliado de beleza. Confira oito mot...


Você é do tipo que torce o nariz quando se depara com um pote de iogurte? Pois saiba que ele é um grande aliado de beleza. Confira oito motivos para adotar o iogurte agora:
1. o iogurte é um ótimo substituto para o leite. Como ele preserva os nutrientes da bebida pura, porém com menos lactose (o açúcar do leite), o iogurte é um alimento de fácil digestão. Seus nutrientes - , cálcio, zinco, vitaminas A e do complexo B e proteínas - são muito bem absorvidos pelo organismo;
2. os novos iogurtes do mercado valem ser provados. Há opções lights com sabor diferentes como Romeu e Julienta, Torta de Limão, Chocolate;
3. uma nova geração de iogurtes também promete revolucionar os intestinos femininos. São os que carregam probióticos em suas composições. Os probióticos, mais conhecidos como lactobacilos vivos, são substâncias que equilibram nossa flora intestinal. Com a flora em dia, nossa pele fica mais saudável, nosso abdome desincha (graças as idas frequentes ao banheiro) e nossas chances de adquirir uma intoxicação alimentar ficam mínimas;
4. o iogurte ajuda também na produção de anticorpos, hormônios e enzimas, importantes para o metabolismo, contribuindo para reforçar o sistema imunológico e, conseqüentemente, retardar o envelhecimento. A bebida contribui ainda para o fortalecimento dos ossos e do sistema nervoso;
5. além desses benefícios, o consumo regular de iogurte beneficia a saúde da pele, da visão, das unhas e dos cabelos, por ter em sua composição a vitamina A, enquanto as vitaminas do complexo B proporcionam a produção de energia e oxigenação das células, revela a nutricionista Flávia Morais;
6. o iogurte pode substituir a maionese na preparação de molhos de salada, o que garante a economia de muitas e muitas calorias. Também pode substituir o creme de leite em várias receitas de doces, como mousse de chocolate;
7. achou que o uso de iogurte se limitava a alimentação. Pois saiba que ele pode ser usado em máscaras para o rosto. “O iogurte é um ótimo revitalizador da pele. A fermentação do iogurte traz à pele desvitalizada e desnutrida vitaminas do complexo B, proteínas e antibióticos naturais. Já a levedura é uma excelente fonte de proteínas e vitaminas, minerais e aminoácidos”, conta a esteticista Amélia Miranda, da clínica “Beauty and Co”;
8. os benefícios acima também valem para os cabelos.
Receitinhas
Molho de iogurte
Ingredientes: 1 xícara (chá) de iogurte desnatado, 1 xícara (chá) de vinagre de maçã ou aceto balsâmico, ½ colher (sopa) de salsinha picada e½ colher (sopa) de cebolinha picada
Modo de Preparo: misture bem todos os ingredientes e leve à geladeira até a hora de servir.

Máscara facial
Para firmar a pele
Ingredientes: ¼ de pacote de gelatina natural e 1 colher (sopa) de iogurte natural.
Modo de fazer: Dissolva a gelatina em pouca água até formar uma papinha. Acrescente o iogurte, misturando bem.
Aplicação: Limpe bem o rosto e passe a máscara. Deixe agir por 25 minutos. Retire com água fria.

Para hidratar
Ingredientes: 1 pepino (pequeno), 1 colher (sopa) de iogurte e 1 colher (sopa) de amido de arroz.
Modo de fazer: Lave muito bem o pepino. Tire as duas extremidades e esfregue a tampinha para tirar a cica. Rale o pepino e misture com o iogurte. Em seguida, acrescente o amido.
Aplicação: Passe a mistura em todo o rosto. Retire com bastante água fria. O tempo é indeterminado, você pode aplicar e em seguida tirar, ou permanecer por alguns minutinhos.

Máscara capilar
Cabelos secos
Numa vasilha, misture ½ abacate maduro, ¼ xícara (chá) de maionese e ½ copo de iogurte natural. Passe essa mistura nos cabelos, massageando com a ponta dos dedos. Deixe por 1 hora e enxágüe.

Cabelos sem brilho
Para deixar seus cabelos cheio de brilho, misture 1 colher (chá) de iogurte ao seu xampu habitual.

Cabelos danificados
Para cabelos maltratados e sem vida, antes de lavá-los faça uma massagem com a seguinte mistura: 3 colheres (sopa) de iogurte e 1 colher (chá) de azeite de oliva morno. Deixe agir por 1 hora, depois enxágüe bem.

Mulheres de pele morena ficam naturalmente mais charmosas com o look indiano proposto pela novela. É assim, por exemplo, a caracterização d...


Mulheres de pele morena ficam naturalmente mais charmosas com o look indiano proposto pela novela. É assim, por exemplo, a caracterização da atriz Juliana Paes para viver a protagonista. Lá na Índia, esse olhar todo pomposo é comum a qualquer momento, mas aqui é bom deixar para os eventos noturnos.
"Os olhos bastante contornados e pretos são o ponto mais marcante do make indiano” explica beauty artist Penélope Beolchi. Segundo ela, para deixar o olhar bastante sedutor, o kajal (ou o lápis tradicional mesmo) deve ser usado várias vezes na raiz dos cílios superiores e inferiores, em toda a linha da lágrima. “Pisque várias vezes para que ele se espalhe e crie um efeito borrado ao redor dos olhos”, diz. Depois, esfume com um cotonete ou pincel de sombra.
As sobrancelhas também são destaque no rosto das indianas. Arqueadas e bem marcadas, são preenchidas com sombra marrom para cobrir possíveis falhas de pêlos. O importante, neste caso, é testar o tom da sombra até conseguir um resultado natural e, antes de aplicar a sombra, usar uma camada espessa de pó facial translúcido na região abaixo dos olhos. Dessa forma, se a sombra cair, não ficará fixada nesse local.
A sombra também é aplicada em volta dos olhos, sendo bem puxada nos cantos. Marcar o côncavo é fundamental para dar profundidade a este olhar. “Para isso, você deve marcar a dobra da pálpebra de maneira que, com os olhos abertos, seja possível ver um pouco da sombra”, explica.
Para escolher a cor de sombra utilizada no restante da pálpebra você tem toda liberdade. “O sombreado escuro fica bem com todas as cores. Basta escolher uma cor média para a pálpebra e uma mais clara para aplicar abaixo das sobrancelhas, que funcionará como um iluminador”, diz a maquiadora. Nestes looks, Penélope optou pela sombra laranja, utilizando o bege como iluminador, e pelo azul intenso, utilizando o rosa claro como iluminador.
Várias camadas de delineador bem forte e muita máscara para cílios completam o visual indiano, que tem tudo a ver com o clima brasileiro. E se a intenção é sair vestida com um estilo definido, não deixe o bindi de lado. Ele é o ponto colorido entre as sobrancelhas, que dá ainda mais charme ao visual.

No inverno, a pele tende a ficar mais ressecada e com um aspecto pouco cuidado. A ação do frio somada ao fato de as pessoas ingerirem menos...


No inverno, a pele tende a ficar mais ressecada e com um aspecto pouco cuidado. A ação do frio somada ao fato de as pessoas ingerirem menos água são apenas dois dos principais motivos. Além disso, muitas vezes, não são tomados alguns cuidados essenciais para se ter uma derme saudável. As secas e claras são as mais afetadas, assim como as regiões do rosto e as pernas. Mas é bom lembrar que qualquer parte do corpo pode ser atingida pela estação mais rigorosa do ano. As mãos são bom exemplo.
Durante o inverno, os melhores produtos para a pele são feitos a base de aveia e uréia. Nas farmácias de manipulação, eles podem ser encontrados sem receita médica. Quem optar por usar a de uréia deve obter soluções 5%, já que a de 10% é muito forte e só é indicada por um especialista. Os produtos com vaselina ou óleo são boas alternativas para quem quer economizar.
O dermatologista Alexandre Serdeira recomenda que as pessoas procurem um médico antes que apareçam dermatites, escoriações e irritações na pele. Ele lembra que, sempre que o problema é diagnosticado no início, é bem mais fácil de ser sanado. Além disso, o período de sol mais ameno pode propiciar um tratamento mais eficiente, já que o especialista pode aplicar produtos mais potentes.
Dicas para fugir da ação do frio:
Banho: Não demore muito no chuveiro. O ideal é usar sabonete neutro, de glicerina ou de aveia. Sabonetes hidratantes a base de erva-doce são ótima saída. E não se esqueça: embora seja difícil, tente tomar banho rápido e não muito quente.
Pele: diferencie as peles do rosto e do corpo. Elas merecem cuidados distintos. Os diversos tipos de derme também devem ser observados. As secas devem receber filtro solar durante o dia e hidratante a noite. Já nas oleosas, usa-se filtro solar do tipo oil free (sem óleo) e hidratante a noite. Sabonetes elaborados com enxofre que ajudam a retirar bastante a oleosidade da pele também devem ser utilizados.
Lábios: Hidrate-os sempre. Se você não usa batom, passe um hidratante ou filtro solar. Já existe, no mercado, filtro incolor ou colorido. A manteiga de cacau também é uma boa saída, por ser mais barata e mais prática.
Corpo: mantenha o hidratante e tome bastante líquido. Use roupas que combatam o frio, mas que sejam leves.

Nem tudo o que corre no boca-a-boca é verdade, quando o assunto é a saúde e a beleza da pele. A dermatologista Denise Steiner, da Clínica S...


Nem tudo o que corre no boca-a-boca é verdade, quando o assunto é a saúde e a beleza da pele. A dermatologista Denise Steiner, da Clínica Stockli, em São Paulo, esclarece o que é mito e o que é verdade nessa área.
1. Os produtos para limpar, tonificar e hidratar a pele devem ser da mesma linha. É realmente mais adequado usar produtos de uma mesma linha. Eles têm os mesmos ingredientes básicos de perfume e conservantes, além de serem desenvolvidos para tratar determinado tipo de pele em idades específicas. No caso de produtos manipulados ou receitados, eles podem ser de linhas diferentes já que o especialista procura indicar as combinações adequadas.

2. É melhor evitar loções alcoólicas para limpar a pele. Elas até podem limpar melhor a pele, mas irritam e têm efeito rebote, ou seja, estimulam a produção de oleosidade (sebo). Leites e cremes de limpeza são melhores que loções alcoólicas e não causam efeitos indesejáveis.
3. Tomar sol melhora a pele Mas depende do tempo e do horário que a pessoa se expõe ao sol. Os primeiros raios do dia têm efeito antiinflamatório e, por isso, melhoram a acne. Porém, quando a exposição ao sol é exagerada, a acne piora, já que a pele queimada fica mais grossa, facilitando o entupimento dos poros.
4. Mais importante que limpar a pele, é sempre aplicar o creme de baixo para cima Em geral, a maior preocupação deve ser aplicar o creme com suavidade sobre a pele limpa, sem movimentos bruscos e, de preferência, por igual. Se a intenção for massagear a pele, faça o movimento de baixo para cima na área da testa; do centro para fora, nas áreas da maçã do rosto e dos olhos; e de cima para baixo, no queixo e pescoço.
5. Acne é doença contagiosa A acne acontece especialmente na puberdade por tendência hereditária. Ou ainda, por uso de medicamentos, doenças e cosméticos muito oleosos.
6. Sauna é eficiente na limpeza da pele A sauna não deve ser considerada um tratamento de beleza. Somente peles muito sujas e oleosas podem se beneficiar desse procedimento, já que a temperatura alta aquece a cútis e os poros se abrem, liberando a sujeira. Mas não chega a ser uma limpeza eficiente. O objetivo da sauna é relaxar.
7. Quando estou bronzeada já estou protegida, por isso não preciso mais usar filtro solar O bronzeamento prévio dá uma pequena proteção, o equivalente a uma proteção fator 4. O que não é suficiente para evitar queimaduras e outros danos à pele em caso de uma nova exposição ao sol.
8. Alergia na pele se pega em qualquer lugar. É o tipo de doença não transmissível. A alergia depende da predisposição individual e do contato com a substância causadora da alergia.
9. Produtos naturais nunca provocam alergia. Qualquer produto, inclusive aqueles formulados apenas com substâncias extraídas da natureza, podem desencadear alergia.
10. A pele nunca reage a produtos aos quais já está acostumadaQualquer produto, a qualquer momento, pode desencadear uma alergia. A pele de um pedreiro, por exemplo, pode se sensibilizar ao cimento depois de passados 10 anos de contato com o material.

Desde os tempos mais remotos a humanidade criou diversos mitos sobre a gravidez. Alguns são muito conhecidos, como aquele que afirma ser im...


Desde os tempos mais remotos a humanidade criou diversos mitos sobre a gravidez. Alguns são muito conhecidos, como aquele que afirma ser impossível para uma mulher engravidar na primeira relação sexual.
Outros são mais restritos, como o que diz ser impossível engravidar se houver orgasmo. Todos, obviamente, estão equivocados, mas algumas pessoas insistem em acreditar neles.

Essas histórias circulam pela humanidade há muitas de gerações e, como todo o mito, podem ter tido alguma função em outros momentos da História. Hoje, porém, a ciência já provou que estão erradas, e não há motivo para que a vida sexual das pessoas permaneça na idade das trevas.
Veja a lista que o Centro Latino-americano para a Saúde da Mulher (CELSAM) elaborou com os erros mais comuns ligados a contracepção nas relações sexuais.
Mito 1: A mulher não engravida na primeira relação
A realidade:
Quando uma mulher ou adolescente menstrua, isto significa que ela ovulou. E, se ela ovula, está com suas funções reprodutivas normais.
Mesmo que o corpo de uma adolescente ainda não esteja plenamente desenvolvido para sustentar uma gravidez, ela pode acontecer desde a primeira ovulação (que ocorre cerca de 15 dias antes da primeira menstruação).

Este mito da primeira vez é tão forte que cerca de 20% das adolescentes grávidas foram fecundadas na primeira relação, e cerca de 40% das gestações durante a adolescência ocorrem nos seis primeiros meses de vida sexual.
O que as mulheres precisam entender é que, se a relação sexual ocorrer durante a ovulação, qualquer mulher pode engravidar, mesmo em sua primeira relação.
Mito 2: A tabelinha é um método seguro
A realidade:
Este método, que consiste numa tabela que prevê o dia da ovulação, não é seguro, pois o ciclo menstrual não é totalmente previsível.
Considera-se que, em média, o ciclo menstrual seja de 28 días. Mas este prazo varia muito de mês a mês, e também de mulher para mulher. Por isso, é muito difícil prever o dia certo da ovulação que, em geral, ocorre bem no meio do ciclo menstrual.

Além de ser difícil de prever o dia da ovulação, a “tabelinha” tem outra falha: cada ejaculação libera em torno de 300 a 400 milhões de espermatozóides, que podem viver dentro do corpo da mulher por até 7 dias. E, se a ovulação ocorrer em algum dessas dias, é possível que aconteça a gravidez.
Mito 3: É preciso interromer o uso da pílula
A realidade:
Atualmente, não há motivos médicos que justifiquem esta prática. Já está demonstrado que os chamados “descansos” da pílula, isto é, a interrupção de seu uso por alguns meses, perodicamente, não são necessários - a não ser, é claro, que o casal esteja planejando uma gravidez.
O “descanso” era recomendado para as pílulas antigas, que tinham doses de hormônios muito mais altas do que as pílulas atuais. Hoje, a interrupção da pílula é que pode provocar mais desconforto, como um pequeno atraso menstrual no primeiro mês e a necessidade do uso de outros métodos anticoncepcionais durante a interrupção.

Evidentemente, se a mulher apresentar problemas decorrentes do uso da pílula, esta deve ser trocada, ou mesmo substituída por outro método anticoncepcional. Entretanto, o uso da pílula, assim como sua interrupção, devem ser indicados pelo médico ginecologista.
Mito 4: O coito interrompido é um método seguro
A realidade:
O coito interrompido, ou o famoso “gozar fora”, é um dos métodos anticoncepcionais mais antigos, mas também um dos menos seguros que existem.
Todos sabem que, para haver a gravidez, é necessário que haja um óvulo e um espermatozóide. O que poucas pessoas sabem é que o sêmem não é o único meio através do qual o homem expele seus espermatozóides: o líquido lubrificante produzido pelo homem antes da ejaculação também está cheio de espermatozóides, e o homem não tem nenhum controle sobre sua produção.

Para se ter uma idéia do perigo, cada gota deste líquido, chamado de “prostático”, contém cerca de cem mil espermatozóides - e, para haver fecundação, só é necessário um.
O coito interrompido também apresenta outro perigo, que é o do homem não conseguir controlar a ejaculação, e acabar ejaculando dentro da mulher. Além disso, este método pode tirar muito do prazer do sexo, tanto pela tensão que cria quanto pela interrupção da relação antes do fim.
Mito 5: É possível ficar grávida na amamentação
A realidade:
A eficácia anticoncepcional da lactação varia muito de mulher para mulher.
Para que a mulher tenha uma proteção eficaz durante a amamentação, é preciso haver certas características combinadas:
A menstruação não pode ter voltado depois do parto.

A produção de leite deve ser muito grande e, para isso, o leite deve ser a única fonte de alimento do bebê, o que significa que o método só é seguro até seis meses depois do parto.
Mito 6: Tendo orgasmo, a mulher não engravida
A realidade:
A fisiologia reprodutiva - especificamente, a ovulação - não está ligada a resposta sexual humana.
Isto significa dizer que não existe relação entre o orgasmo e as possibilidades de uma mulher engravidar. Aliás, muitas mulheres deixam de ter orgasmo precisamente pelo medo de ficarem grávidas.

O fato de uma mulher ficar grávida depende única e exclusicamente da implantação de um óvulo fertilizado em seu útero, o que independe do prazer alcançado durante o ato sexual. Por isso, nem a ovulação nem a fixação do óvulo fecundado no útero têm qualquer relação com o orgasmo.
Mito 7: A pílula anticoncepcional provoca câncer
A realidade:
Desde que a pílula anticoncepcional entrou no mercado, há cerca de 40 anos, incontáveis pesquisas foram feitas sobre sua possível relação com o câncer, e nada foi encontrado.
Para obterem licença de comercialização, todos os medicamentos são submetidos a múltiplos testes de eficácia, segurança e toxicidade. Tais investigações levam vários anos, e os testes são feitos em laboratórios, em animais e em grupos controlados de pacientes.

Um dos remédios mais testados nos últimos quarenta anos é, exatamente, a pílula anticoncepcional. Com isso, seus componentes melhoraram muito, e as dosagens hormonais estão cada vez menores.
Ao contrário do que se pensa, o que está provado é que a pílula tem efeitos benéficos na prevenção de alguns tipos de câncer. Veja alguns benefícios que podem ser trazidos pelo uso da pílula:
Diminuição do risco de câncer de ovário:
O câncer de ovário é a primeira causa de morte de mulheres em países desenvolvidos, e a quinta em países em desenvilvimento. Geralmente, quando diagnosticado, este tipo já está avançado demais para que haja cura. O uso da pílula durante pelo menos 4 anos reduz o risco em 40 %. Se o uso for por mais de 12 anos, aproteção chega a 60%. O efeito dura por 15 anos.

Diminuição do risco de câncer de endométrio:
O câncer do endométrio (tecido que recobre a parte interna do útero) é uma doença muito comum. Pesquisas indicam que o uso da pílula pode ajudar a preveni-lo. Em alguns casos, o uso prolongado da pílula oferece uma proteção de até 80%.

Diminuição do risco de doença inflamatória pélvica:
Esta é uma doença infecciosa grave que atinge o útero, as trompas e outros órgãos pélvicos. Pode exigir cirurgia de emergência, e é uma causa comum de esterilidade feminina. Pesquisas indicam que o uso da pílula ajuda a prevenir a doença.

Para montar seu kit básico escolha cores suaves, os chamados “tons de boca”, um protetor labial com filtro solar (os lábios também envelhec...


Para montar seu kit básico escolha cores suaves, os chamados “tons de boca”, um protetor labial com filtro solar (os lábios também envelhecem ! ) e um brilho labial do tipo “gloss “. É possível encontrar batons que já possuam filtro solar em sua composição, existem aqueles com fórmulas especiais para um efeito de longa duração, indicados para a mulher que não pode perder tempo com retoques ou para aquela festa que não tem hora para acabar!
Um bom truque para fazer o batom durar nos lábios é passar uma leve camada de pó facial. Após sua aplicação, retire o excesso com um lenço de papel.
Vale lembrar que deixar batom exposto ao calor, no carro ou praia, por exemplo, faz com que ele perca sua oleosidade natural, que é fundamental para a hidratação dos lábios, portanto evite as altas temperaturas.
Escolha suas cores preferidas, mas é sempre bom descobrir o que vai ser tendência para a próxima estação.
O gloss chegou com tudo ao mercado, além de ser fácil de aplicar ele hidrata os lábios na medida certa.

Antes de aplicar a maquiagem, é importante passar por um processo de limpeza, esfoliação e hidratação da pele: •A limpeza é essencial para...


Antes de aplicar a maquiagem, é importante passar por um processo de limpeza, esfoliação e hidratação da pele:
•A limpeza é essencial para remover as impurezas e o excesso de oleosidade;
•A esfoliação ajuda a remover a camada de células mortas, deixando a pele fina e macia;
•O hidratante deve ser de preferência com filtro solar.
•Logo após o hidratante, para deixar a pele mais bonita, fixar melhor a maquiagem e tirar o brilho, uma boa dica é o uso do primer. Para maiores informações acesse: Primers
Cuidados Especiais para Peles Oleosas

Alguns cuidados podem contribuir para evitar a oleosidade e o brilho excessivo.
Manter a pele limpa é fundamental. Para isso, o segredo é utilizar sabonetes próprios para peles oleosas. Depois, aplicar um tônico para retirar resíduos de poluição e maquiagem.
Cuidado na hora da hidratação: escolha produtos livres de óleo e que não causam obstrução dos poros. Tome cuidado com a temperatura da água, que não pode ser quente nem gelada.
Como Aplicar a Maquiagem
1. Base Facial
Dê preferência para bases líquidas ou cremosas, pois ressecam menos a pele. Para espalhar melhor a base, use uma esponja umedecida em água. Aplique uma base mais clara que sua pele na testa, laterais do nariz, da boca e do queixo, para suavizar os traços e "iluminar" o rosto.


2. Corretivos
Para disfarçar olheiras, use um corretivo mais claro que o tom da base. Corretivos de tom levemente verde corrigem melhor olheiras e espinhas.


3. Pó Facial (Compacto ou Translúcido)
A função do pó facial é de uniformizar a pele — especialmente depois de usar corretivo — e ajudar na fixação da maquiagem. Mas, se a sua pele for boa, você nem vai precisar usá-lo. Cuidado para não exagerar na quantidade para seu rosto não parecer uma "máscara".

A aplicação é bem simples. Use aquele pincel mais grosso ou, no caso do pó compacto, a esponjinha.


4. Sombra
Sombras escuras diminuem os olhos; sombras claras aumentam os olhos.

A sombra deve ser aplicada com o tom mais forte nos cantos externos, bem perto dos cílios, e o tom mais claro na parte de cima, bem próxima à raiz das sobrancelhas. Cuidado para não exagerar na quantidade e procure usar somente em ocasiões especiais.

5. Delineador
Para melhor efeito, aplique a sombra antes do delineador. Este deve ser aplicado com uma camada fina e uniforme junto à raiz dos cílios superiores, de dentro para fora dos olhos.

Se você quiser um traço bem fino, use somente a pontinha do pincel ou do lápis. Já existem aplicadores cujo pincel é rígido e com a ponta bem fininha. São os melhores para quem não tem muita habilidade ou firmeza na mão. Se você quiser um traço mais grosso, incline um pouco a ponta do pincel.
Para aplicar o delineador mais facilmente, use um espelho sobre a mesa. Aplique primeiramente da metade da pálpebra para os cantos externos. Depois, faça um traço mais fino do centro da pálpebra para o canto interno.


6. Rímel
Para alongar os cílios, aplique o rímel em pelo menos duas camadas. Use-o apenas nos cílios superiores, para deixar o olhar natural. Para não borrar o rímel, seque os cílios com secador. Mantenha os olhos fechados para não irritá-los.

Se o rímel estiver ressecado, aplique algumas gotas de soro fisiológico, assim ele poderá ser usado mais aplique algumas gotas de soro fisiológico, assim ele poderá ser usado mais algumas vezes.

7. Blush
Aplica-se com pincel uma pequena camada de Blush nas maçãs do rosto, com leves pinceladas. O Blush deve ser usado em quantidades moderadas para não dar um aspecto artificial. Os excessos devem ser retirados com uma esponja contendo pó compacto.

Se quiser "alargar" seu rosto, aplique blush na altura das orelhas, puxando o pincel em direção às maçãs do rosto. Se quiser deixá-lo mais fino, aplique nas têmporas (entre a sobrancelha e a maçã do rosto) e puxe para as maçãs do rosto.


8. Batom
Para fixar o batom, aplique- o e retire o excesso com papel absorvente, passe uma camada de pó compacto e aplique outra camada de batom.

Para aumentar seus lábios, desenhe o contorno natural deles com um lápis um pouco mais escuro que o batom, do lado de fora dos lábios, esfumace o traço com um pincel e aplique o batom. Use um tom mais claro e cintilante na parte central dos lábios inferiores. Use e abuse dos gloss e brilhos.
Para diminuir os lábios, desenhe o contorno pela parte interna dos lábios, com um lápis mais claro que o batom que irá usar. Evite brilho e gloss; use batons escuros e opacos.


9. Limpeza da maquiagem
Não se esqueça de retirar bem a maquiagem antes de dormir para que a pele possa respirar. O ideal é usar demaquilantes, pois estes são próprios para tirar todo excesso da maquiagem.Caso não tenha o demaquilante, use sabão neutro (próprio para lavar o rosto) para retirar o excesso e depois use um tônico facial. Evite produtos à base de álcool, pois estes ressecam a pele. E, por último, não se esqueça de caprichar na hidratação.

A causa da obesidade é desconhecida, mas o mecanismo é simples: um consumo muito grande de calorias ou o pouco gasto de energia resultam no...


A causa da obesidade é desconhecida, mas o mecanismo é simples: um consumo muito grande de calorias ou o pouco gasto de energia resultam no acúmulo de gordura.
Para o cálculo do excesso de peso utilizamos o Índice de Massa Corporal (IMC), onde o IMC é igual ao peso (em Kg) dividido por duas vezes a altura (em mt).
A obesidade está se tornando um problema de saúde pública no Brasil. Já temos aproximadamente 20 milhões de adultos obesos.
A obesidade está relacionada a outras doenças como hipertensão arterial, diabetes e problemas cardiovasculares.
Artroses nos joelhos e coluna vertebral têm sintomas intensificados pelo excesso de peso.
As pessoas em geral estão levando uma vida mais sedentária. O trabalho doméstico mais mecanizado, o uso de elevadores em vez de escadas, por ex., estão reduzindo o gasto de energia nas atividades da vida diária.
O fator genético é muito importante: 80% dos descendentes de ambos os pais obesos são obesos, comparados a 40% quando um dos pais é obeso e somente 10% quando ambos os pais não são obesos.
O fator social como causa de obesidade é determinante, particularmente entre mulheres (obesidade é 6 vezes mais encontrada em mulheres de classe baixa do que entre as de classe alta).
Os mecanismos parecem ser múltiplos e complexos, mas diferenças em estilo de vida e particularmente hábitos dietéticos e de exercícios provavelmente exercem um papel importante.
O tratamento da obesidade deve ser multidisciplinar, envolvendo médicos, nutricionistas e apoio psicológico.
Não há fórmulas mágicas. Alem da dieta equilibrada e individualizada para cada caso, as mudanças no estilo de vida são fundamentais.
A atividade física, como por ex., caminhada, deve ter aumento gradual em frequência e intensidade, adequada a cada pessoa.
O exercício além de aumentar a disposição para o tratamento em geral, leva sempre a melhores índices para manutenção do peso.
A adesão a grupos de obesos que propriciam orientação em geral, sejam públicos e privados, pode ajudar.
O tratamento medicamentoso deve ser usado com cautela e somente em casos extremos, considerando cada pessoa em particular.

Marta Maria Spohr Diefenthaeler é formada pela Faculdade Católica de Medicina do Rio Grande de Sul - Porto Alegre. Curso de Pós-graduação em Geriatria pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - Porto Alegre.

Padrões de beleza podem causar doenças? A 28ª edição da São Paulo Fashion Week mal terminou e já recebeu críticas. O excesso de magreza ex...


Padrões de beleza podem causar doenças? A 28ª edição da São Paulo Fashion Week mal terminou e já recebeu críticas.
O excesso de magreza exibido pelas modelos durante os desfiles, realizados em janeiro, teve desaprovação não só por parte dos profissionais de saúde, como da própria organização do evento, que expressou através de um comunicado sua preocupação com as meninas muito magras, solicitando que “os atuais padrões estéticos sejam revertidos”.
De acordo com a psiquiatra Angélica Claudino, da Comissão Técnica de Transtornos Alimentares da Associação Brasileira de Psiquiatria, estudos mostram que existe um impacto gerado sobre as imagens veiculadas na mídia nas quais a magreza representa um símbolo de beleza. Além disso, a especialista aponta os graves prejuízos dessa influência. “Esses padrões favorecem o surgimento de insatisfação com a imagem corporal e causam baixa auto-estima no jovem, gerando um cenário propício ao desenvolvimento de transtornos alimentares”, revela a médica.
Doenças como anorexia e bulimia nervosa são exemplos de transtornos alimentares, que podem surgir em decorrência do impacto deste “culto à magreza” e de uma alimentação inadequada, em indivíduos vulneráveis. Quando não diagnosticadas e tratadas corretamente, levam a consequências fatais. “Em casos de desnutrição grave ocasionados por uma anorexia nervosa, pacientes não tratados podem cronificar a doença e há sérios riscos de morte por complicações médicas, como arritmias cardíacas, infecções etc.”, alerta Angélica Claudino.

. Hidratação e proteção solar são etapas importantes para prevenir rugas e manchas que eles são uma prova irrefutável da idade que está c...

.
Hidratação e proteção solar são etapas importantes para prevenir rugas e manchas

que eles são uma prova irrefutável da idade que está chegando. Símbolos de feminilidade, as áreas do colo e pescoço nem sempre ganham a merecida atenção quando o assunto são os cuidados com a pele. O foco, na grande maioria das vezes, acaba sendo tratar a pele rosto. Loções, cremes, séruns, vale tudo para atacar qualquer indício de rugas, marcas e linhas finas. O que muita gente acaba percebendo um pouco tarde demais é que para manter uma aparência harmônica, não dá para esquecer destas duas regiões, que ficam tão expostas quanto o rosto.
O colo e o pescoço são formados por uma pele muito fina e, em razão da menor quantidade de glândulas sebáceas que acumulam estão ainda mais propensos ao ressecamento e à flacidez. "O pescoço também não tem muitos pelos, por isso a pele fica mais desprotegida", explica a dermatologista Daniela Taniguchi de Barros, professora da Faculdade de Medicina do Grande ABC.
A seguir, a especialista lista os principais cuidados para manter a pele do colo e pescoço bonita, saudável e prevenir o envelhecimento precoce.

Vista a armadura
Proteja-se do sol. A exposição a radiação solar provoca ao colo e pescoço os mesmos danos que causa ao rosto. Os raios ultravioletas favorecem o aparecimento de manchas na pele, além de acelerar a perda de colágeno, resultando na indesejada flacidez .
Para evitar estes problemas, o uso do protetor solar é tão indispensável quanto escovar os dentes. Deve ser um hábito diário. Como não existem protetores solares específicos para a região do colo e do pescoço, nessas áreas é importante passar o mesmo protetor usado no rosto, por ser mais concentrado. "É recomendado o uso diário de protetor, no mínimo duas vezes por dia, para garantir que o fator de proteção seja mantido", explica a dermatologista Daniela Taniguchi. Pessoas de pele mais claras deverão usar, no mínimo, o fator 30. Já, para as peles mais morenas, é recomendado o fator 15.
Apague as marcas
As manchas avermelhadas, chamadas de poiquilodermia, são um problema sério. Muito frequentes, elas se originam por causa da exposição crônica ao sol e aparecem no colo, que é uma das áreas que mais ficam expostas, já que muitas mulheres costumam usar blusas decotadas. O sol ainda pode provocar o aparecimento de outro tipo de mancha, as chamadas melanose solares. "Escuras, de coloração marrom, geralmente essas manchas são pequenas e aparecem em pessoas mais velhas, embora estejam mais relacionadas com a exposição solar do que com o processo de envelhecimento", explica Daniela Taniguchi.

Mantenha a firmeza
Além das manchas, a pele do pescoço está mais suscetível à flacidez e ao aparecimento de rugas. Apesar de o sol acentuar esses problemas, pois acelera a perda do colágeno, o enrugamento da pele faz parte do processo natural de envelhecimento cronológico. Já a flacidez, varia de pessoa a pessoa, dependendo da predisposição genética.

Além de aplicar filtro solar no colo e no pescoço, manter a região hidratada garante uma pele mais saudável com o passar do tempo. Para evitar ressecamento e envelhecimento precoce da pele, Daniela Taniguchi recomenda o uso de hidratantes que contenham vitaminas A, D e E e o uso de cremes nutritivos de ação antioxidante. "Os produtos que contém substâncias antioxidantes visam diminuir os efeitos colaterais dos raios ultravioletas e preservar as células de colágeno e fibras de elastina, responsáveis pela firmeza da pele", explica a dermatologista.

Aplique do jeito certo
A maneira correta ideal de se espalhar o hidratante, o protetor solar ou o creme anti-idade é promover uma massagem suave no sentido de baixo para cima do pescoço, como se estivesse fazendo uma drenagem linfática. "A massagem serve para que o sangue circule mais facilmente no local e oxigene as células", diz a dermatologista.

Tratamentos
Para quem pulou a etapa da prevenção, há três tipos de tratamentos mais comuns nos consultórios dermatológicos: laser, peeling e botox.

Caso a pele já esteja danificada pelas manchas e melanoses, é aconselhável o tratamento a laser, que, através do estímulo de calor, faz com que as atividades metabólicas da derme aumentem, estimulando a produção de colágeno. Depois de algumas sessões, que variam de 4 a 10, a pele torna-se mais lisa e firme, atenuando as rugas, linhas de expressão e imperfeições. "A melhora é significativa, mas a pele não consegue voltar ao que era antes", explica Daniela.
Apesar de mais agressivo (em alguns casos, recomenda-se dias de repouso sem exposição ao sol), o peeling também pode ser utilizado, pois o ácido usado na aplicação elimina as manchas mais superficiais.
O botox é recomendado para quem tem o músculo dessas regiões muito marcado, com linhas e vincos. "O hábito de dormir de lado pode fazer com que a pele fique marcada por causa das dobras, favorecendo o aparecimento de rugas. Com a exposição ao sol, essas rugas ficam mais marcadas. Nesses casos, a aplicação de botox poderá ser eficiente".
Para combater a flacidez, os aparelhos de radiofrequência garantem maior eficiência, pois são emitidas ondas eletromagnéticas que aquecem a derme e a hipoderme, promovendo a contração das fibras de colágeno e estimulando sua produção.
Há ainda, uma alternativa mais barata para quem precisa de tratamentos para a pele. Embora de forma menos eficiente, os cremes clareadores a base de ácido glicólico e vitamina C combatem as manchas e o envelhecimento da pele. Para estimular a produção de colágeno, ainda, os produtos mais indicado são os que possuem ácido retinóico na composição.
Média de preços das sessões:
- Laser: R$ 500
- Radiofrequência: R$ 300
- Peeling: R$ 120


Símbolos de feminilidade, as áreas do colo e pescoço precisam ser bem cuidadas Fique atenta
- Como a pele do pescoço e do colo é mais seca, o ideal é que a limpeza da região seja feita com sabonetes neutros, assim eles não ressecam e nem aumentam a oleosidade da pele.
- Deve-se evitar esfregar o local com esponjas de banho ou toalha, para não causar ferimento na pele, que já é muito sensível.
- Em dias de sol forte, tome cuidado com o perfume, pois ele reage com o sol e pode provocar manchas e alergias na pele.
- Joias e bijouterias podem provocar coceira e irritação, dependendo do material e do grau de secura da pele.
- Alguns exercícios físicos de ginástica facial deixam a pele do pescoço e do colo mais rígida, pois aumentam o metabolismo celular, a oxigenação e a circulação sanguínea da pele, ativando a produção de colágeno.

Alegria, espanto, surpresa, raiva, preocupação, tristeza, tensão. Em todo momento expressamos emoções que, com o tempo, ficam estampadas n...



Alegria, espanto, surpresa, raiva, preocupação, tristeza, tensão. Em todo momento expressamos emoções que, com o tempo, ficam estampadas no nosso rosto com as linhas de expressão e rugas. Mas elas podem ser apagadas ou suavizadas.

Para expressar os mais diferentes sentimentos e estados de espírito, dizem os especialistas, a pessoa contrai a musculatura facial cerca de 15 mil vezes por dia. Com tudo isso, não é de se admirar que, com o passar dos anos, as linhas de expressão marquem a face. "A precocidade e a intensidade dessas linhas são determinadas por fatores genéticos", afirma a dermatologista Iara Yoshinaga, da clínica Pele Dermatologia Integrativa, em São Paulo.
E as rugas são mesmo implacáveis. Embora algumas pessoas tenham menor tendência do que outras, ninguém escapa delas. "Elas ficam mais evidentes à medida em que envelhecemos, porque ocorre uma perda de substâncias que retêm a água nos tecidos, como o ácido hialurônico", explica a especialista.
Muito além da genética
O envelhecimento natural da pele começa por volta dos 20 anos de idade o que, conseqüentemente, acentua as rugas. "É quando a produção celular inicia seu declínio, os mecanismos de defesa do organismo se tornam mais lentos e se acentua a mímica facial", afirma a esteticista Maria de Fátima Lima Pereira, do Senac de São Paulo. Para completar, cigarro, poluição, dieta alimentar desbalanceada e excesso de sol aceleram esse processo e acentuam as linhas de expressão.

Outro fator que contribui para o aparecimento das temíveis marcas do tempo é o estresse. A pele é o maior órgão do sistema imunológico e nervoso do corpo. Se a pessoa está irritada, tensa e sem dormir direito, ocorre uma liberação maior de hormônios que chegam a todas as células do organismo e isso é visível no aspecto da pele.
As rugas de expressão aparecem no meio da testa, ao redor dos olhos, das narinas até o canto dos lábios, nos cantinhos da boca, no lábio superior e ao redor dos lábios (especialmente em fumantes). Quando são visíveis mesmo com o rosto em repouso, podem dar a impressão de que a pessoa está cansada ou brava, revelando uma emoção que ela não está sentindo. E para reverter tudo isso, a solução está em tratamentos estéticos potentes. Conheça o que existe e veja do que eles são capazes.
Borracha nelas
Há basicamente dois métodos não-cirúrgicos para suavizar as linhas de expressão. As técnicas não têm o objetivo de paralisar a expressão facial, mas tornar as rugas mais suaves quando o rosto está em repouso. Toxina Botulínica
Ao ser injetada, bloqueia a transmissão do neurotransmissor acetilcolina nos nervos, fazendo com que a musculatura relaxe e perca a capacidade de se contrair. Isso diminui a formação das rugas durante as expressões faciais.

"A ação da toxina botulínica é progressiva e seu efeito final aparece somente depois de duas semanas", afirma Iara. É muito comum pessoas desavisadas ou impacientes procurarem outro profissional para refazer a aplicação em menos de três semanas, achando que o tratamento não fez efeito. "Isso é perigoso, porque o excesso pode provocar assimetrias ou fazer as pálpebras ficarem caídas, conforme o local de aplicação", alerta a profissional.
Então, é preciso um pouco de paciência para curtir os resultados. O ideal é refazer as aplicações a cada oito meses, tempo que dura a ação da substância nos músculos. Após o uso de um anestésico tópico, a toxina é aplicada (com uma agulha muito fina) na testa, entre as sobrancelhas, no cantinho dos olhos e embaixo do queixo pra diminuir o efeito de boca caída. Caso a agulha atinja um vaso, haverá um pequeno derramamento de sangue, responsável pela mancha arroxeada na área, que dura, no máximo, três semanas. Também é possível que o local fique ligeiramente inchado e vermelho por alguns dias, o que pode ser facilmente disfarçado com maquiagem. Cada ampola custa, em média, R$ 2 mil.
Tome cuidados antes e depois de realizar os procedimentos
» Para evitar o risco de alergias, é recomendável fazer um teste cutâneo antes de qualquer um dos procedimentos. Para evitar sangramentos, nas 24 horas anteriores, não tome medicamentos à base de ácido acetil salicílico ou anticoagulantes.
» Evite também a exposição solar direta uma semana antes e depois. Além disso, faça uma boa hidratação caso a pele esteja muito castigada pelo sol.
» Para prolongar os efeitos das técnicas, basta manter os cuidados diários com a cútis. Pela manhã, use hidratantes que retenham a umidade, à base de ácido hialurônico, associado a um protetor solar.
» "No período noturno, quando a pele tem maior poder regenerativo, use produtos com ativos biotecnológicos específicos ao seu tipo de pele e à sua idade", recomenda Maria de Fátima.
 

Substâncias Preenchedoras
Como o nome sugere, essa técnica preenche as depressões formadas pelas rugas de expressão, minimizando sua profundidade. Existem várias substâncias e cerca de 27 fabricantes no mercado. Elas podem ser reabsorvíveis, e aí o efeito é temporário, ou não-absorvíveis, com efeito permanente. Mas todas permanecem estáveis no lugar injetado, sem risco de esparramarem pela região. "As mais usadas, como o ácido hialurônico, a gordura humana e o PPMA (polimetilmetacrilato), possuem margem de segurança muito grande, com risco de reação próximo a zero.

Os preenchedores são fabricados em gel de variadas concentrações e espessuras, de forma a dar um acabamento perfeito tanto em rugas finas como nas mais acentuadas, sem o risco de deformar o rosto quando bem aplicadas. A sessão, que dura no máximo 40 minutos, é feita com agulhas finas, sempre depois do uso de anestésico tópico.
A substância mais usada no mundo todo é o ácido hialurônico, cujo efeito dura de oito meses a um ano. É ideal para sulcos nasogenianos (bigode chinês), linhas no canto ou ao redor dos lábios e pés-de-galinha. O PMMA e o silicone não são reabsorvidos pelo organismo e, portanto, têm efeito permanente. O procedimento com essas substâncias exige muita experiência, já que erros de aplicação dificilmente podem ser corrigidos. São indicados para aumentar o volume da maçã do rosto, remodelar o contorno da mandíbula e para o preenchimento de rugas profundas.
A gordura da própria paciente também pode ser usada, mas só é indicada se a pessoa fizer uma lipoaspiração. O efeito dura cerca de um ano. Os preenchimentos são desaconselhados durante a gestação e para pessoas com problemas de pele. O preço médio do tratamento varia de R$ 1,5 mil a R$ 2 mil.
Eterna preocupação com a aparência
A preocupação com a imagem e o desespero com o aparecimento de rugas não são privilégios das mulheres modernas. Desde que o homem pisou no mundo, representantes da ala feminina buscam alternativas para adiar o inevitável: o envelhecimento cutâneo. Veja o que já fizeram (algumas loucuras e outras que deram certo) para combater as rugas.

» 3000 a.C: a primeira ação de combate ao envelhecimento que se tem conhecimento é uma receita com ácido encontrada em um texto médico egípcio. O título dizia "Para transformar um homem velho em jovem".
» 1600 a.C: A imperatriz da Dinastia Qing, da China, ingeria e aplicava sobre o rosto pó de pérola, porque acreditava que desintoxicava o corpo e removia sinais da idade.
» 1000 a.C: surge a primeira máscara facial. Os egípcios aplicavam uma mistura de incenso, cera, óleo de oliva, ervas e leite por seis dias.
» 100 a.C: Cleópatra toma seu famoso banho de leite em busca de uma pele mais macia.
» 1880: retirar camadas danificadas da pele se tornou popular nos Estados Unidos e as mulheres faziam isso como um "peeling" de fenol. A ação resultava, muitas vezes, em inflamações e feridas.
» 1934: cientistas encontraram nos olhos da vaca uma substância que viraria a vedete dos tratamentos antiidade: o ácido hialurônico.
» 1974: os dermatologistas Eugene Van Scott e Ruey Yu descobrem os alfa hidroxiácidos para suavizar as linhas de expressão.
» 1980: surge o primeiro protetor solar para proteger a pele dos raios UVA e UVB.
» 1981: o FDA (Food and Drugs Administration) aprova a primeira substância injetável, à base do colágeno da pata de vaca, para preencher linhas de expressão.
» 1986: o dermatologista Albert Kligman, criador do creme à base de vitamina A para tratar acne, 19 anos antes, descobre que o produto também combate as rugas.
» 1990: surge o primeiro laser de gás carbônico.
» 1993: a vitamina C vira a vedete nos cosméticos antienvelhecimento pela sua ação antioxidante. Nesse mesmo ano, a marca Clinique lança um creme à base de ácido salicílico, uma substância que faz uma suave exfoliação.
» 1997: surge a microdermoabrasão com micro cristais de coríndon.
» 2002: a toxina botulínica é aprovada pelo FDA para uso cosmético.
» 2005: surge o ativo Idebenona, um potente antioxidante, no creme Prevage, da Elizabeth Arden.
» 2007: descobre-se que o extrato da semente de café é um poderoso antioxidante.

Ginko Biloba é uma planta citada na terapêutica chinesa há cerca de 2.800 anos A.C. É considerada sagrada pelos budistas. Ela pode chegar ...


Ginko Biloba é uma planta citada na terapêutica chinesa há cerca de 2.800 anos A.C. É considerada sagrada pelos budistas.
Ela pode chegar há 40 metros de altura.
Pronunciada resistência a bactérias, vírus e radiações, sendo a primeira manifestação de vida ocorrida após a explosão da bomba atômica de Hiroshima.
É indicada para perda de memória e dificuldades de concentração.
Tem ação anti-inflamatória, anti-fúngica, antibacteriana, antidepressiva, anti-diabética, e é auxiliar no tratamento de labirintite e aids.
Previne o envelhecimento, estimula a circulação sanguínea auxiliando no tratamento de impotência sexual e doenças vasculares.
Para preparar uma infusão com as folhas utilize:
- 1 colher de sopa das folhas de Ginko Biloba fatiadas
- 2 copos de água fervendo
- Deixe em infusão por 15 minutos em um recipiente abafado.
- Coe e beba 2 xícaras de chá ao dia.


Dr. Marcos Stern - Farmacêutico e Bioquímico, especialista em Fitoterapia. CRF 349 - Responsável pela farmácia fitoterápica Marana.

Porque realizar limpeza de pele. Sem dúvidas, de todos os tratamentos faciais existentes no mercado, o único insubstituível é a limpeza de ...


Porque realizar limpeza de pele. Sem dúvidas, de todos os tratamentos faciais existentes no mercado, o único insubstituível é a limpeza de pele. Isso porque ela tem uma importância fundamental, tanto para a pele, como para a realização de outros procedimentos.
Com a poluição, oleosidade e sujeira eliminada pelo nosso organismo através da pele, é formada uma “crosta”, onde a pele não consegue respirar direito e os poros são obstruídos, por isso de tempos em tempos é importante realizar uma limpeza profunda.
A limpeza de pele é indicada para todos os tipos de pele. Primeiro é realizada uma consulta para analisar o tipo de pele (normal, mista, oleosa ou seca) para saber os produtos específicos que serão utilizados na limpeza. As peles que precisam mais de limpeza de pele são as oleosas, mistas e acneicas, há uma melhora significativa na oleosidade e controle da acne.
Essa limpeza deve ser realizada uma vez por mês, mas para peles muito acnéicas deve ser realizado em duas etapas de 15 em 15 dias para que não agrida muito. Para ser mais eficiente, a limpeza deve ser feita por cerca de uma hora.

Porque realizar limpeza de pele. Sem dúvidas, de todos os tratamentos faciais existentes no mercado, o único insubstituível é a limpeza de pele. Isso porque ela tem uma importância fundamental, tanto para a pele, como para a realização de outros procedimentos.
Com a poluição, oleosidade e sujeira eliminada pelo nosso organismo através da pele, é formada uma “crosta”, onde a pele não consegue respirar direito e os poros são obstruídos, por isso de tempos em tempos é importante realizar uma limpeza profunda.
A limpeza de pele é indicada para todos os tipos de pele. Primeiro é realizada uma consulta para analisar o tipo de pele (normal, mista, oleosa ou seca) para saber os produtos específicos que serão utilizados na limpeza. As peles que precisam mais de limpeza de pele são as oleosas, mistas e acneicas, há uma melhora significativa na oleosidade e controle da acne.
Essa limpeza deve ser realizada uma vez por mês, mas para peles muito acnéicas deve ser realizado em duas etapas de 15 em 15 dias para que não agrida muito. Para ser mais eficiente, a limpeza deve ser feita por cerca de uma hora.

Tem ocorrido recentemente um renascimento no uso de produtos naturais em cosméticos. Algumas pessoas mais radicais chegam a dizer que não s...


Tem ocorrido recentemente um renascimento no uso de produtos naturais em cosméticos. Algumas pessoas mais radicais chegam a dizer que não se deve passar na pele nada que não possa ser comido.
Eu não chegaria a tanto, até porque existem ótimos cosméticos e remédios industrializados para tratar a pele, mas se a gente pode usar algo natural e que ainda é comprovado pela ciência, tanto melhor né? Esses rituais caseiros de beleza me lembram a minha adolescência quando eu saia pela chácara dos meus pais atrás de folhas de babosa para passar no cabelo.
Um dos produtos que mais tem recebido atenção pelo seu uso cosmético é o mel, usado desde a antiguidade no tratamento de feridas, queimaduras e outras úlceras de pele.
Na última década apareceu uma série de estudos em animais ou com pacientes que trouxeram resultados bastante convincentes de sua eficiência, outros artigos biomédicos vieram explicar como o mel produz bons resultados.
Como creme para feridas de pele o mel cria um ambiente que acaba com a infecção (por seu poder bactericida), diminui a inflamação, o edema e o pus. Ele também aumenta o aquecimento da pele no local, estimulando a formação de novos vasos sangüíneos e nova epitelização.
Ficou com vontade de tentar? Eu fiquei! Que tal essa máscara facial, que segundo a lenda, já era usada por Cleópatra a mulher mais atraente da história antiga.
Ingredientes
1 colher de sopa de mel
1 colher de sopa de leite
1 clara de ovo

Modo de preparo:
Misture todos os ingredients e aplique na pele do rosto. Deixe agir por 20 minutos. Enxague com água morna.

A máscara é natural mas não significa que não possa ter efeitos negativos para o seu tipo de pele, portanto o melhor mesmo é consultar um médico antes de usar qualquer produto (mesmo caseiro) no rosto.

Vamos combinar: unhas bem feitas são um luxo! 1 – Para evitar que o esmalte descasque, comece a aplicar pelo centro e, depois, nas latera...


Vamos combinar: unhas bem feitas são um luxo!

1 – Para evitar que o esmalte descasque, comece a aplicar pelo centro e, depois, nas laterais. Passe o palito na ponta da unha.
2 – Na dúvida, vá de esmalte neutro, como rose, nude e bege. Eles são elegantes e deixam as mãos lindas em qualquer ocasião.
3 – Parar facilitar a remoção do excesso de esmalte que fica acumulado no canto das unhas, passe base também nessas regiões.
4 – Antes de tirar um esmalte escuro com removedor, aplique o óleo secante. A tática evita que o produto borre as unhas e a mão.
5 – Quando lavar a louça, use luvas. Quem dispensa o acessório ganha cutículas machucadas e unhas fracas. Depois, hidrate.
6 – Uma vez por semana, antes de aplicar o esmalte ou sem ele, use uma base fortalecedora à base de cálcio ou ceramidas.
7 – Jamais mexa no canto das unhas com pauzinho de laranjeira para tirar a cutícula. Isso pode causar inflamação no local.
8 – Para o esmalte não ficar com bolinhas, evite aplicá-lo em ambientes quentes ou com corrente de ar e passe camadas finas.
9 – Estrias no esmalte sinalizam o acúmulo de resíduo. Antes de passar a base, limpe as unhas com removedor.
10 – As unhas francesinhas são um hit. Para variar, pinte de branco a meia lua na base da unha, e não a ponta.

Manter os cabelos saudáveis é uma tarefa difícil para a mulher moderna. A falta de tempo, o estresse e a tintura obrigam-nas a correrem até...


Manter os cabelos saudáveis é uma tarefa difícil para a mulher moderna. A falta de tempo, o estresse e a tintura obrigam-nas a correrem até o salão para cuidarem das madeixas. A busca é por aqueles tratamentos que proporcionam ótimos resultados em um curto espaço de tempo. Entre estes, há duas técnicas que usam a queratina: a cauterização e a queratinização.

Para entender as diferenças entre elas, a cabeleireira e técnica de beleza da Condor, Ariane Ianicelli, tira dúvidas sobre o tema.
Portal: Qual a diferença entre queratinização e cauterização?
Ariane Ianicelli: A função dos dois tratamentos é reconstruir a fibra capilar por meio de doses de queratina. A queratinização é um avanço da cauterização, pois além de reconstruir os fios também hidrata.
Portal: Em qual caso a queratinização é a melhor opção?
Ariane Ianicelli: Os fios são expostos a muitas agressões externas (sol, cloro, vento, sal etc), mas os processos químicos são os que agridem mais. Aconselharia este tratamento após a química e quando os cabelos estiverem com um aspecto seco, quebrado e sem vida.
Portal: E a cauterização?
Ariane Ianicelli: A queratina funciona como se fosse um “cimento”, que vai tapar os eventuais “buracos” contidos no fio pela ausência da cutícula. Isso evita a perda das proteínas e vitaminas. Então, quando os fios já foram bem agredidos, precisam de um tratamento de mais impacto, pois só a hidratação não resolve o problema. O mesmo para a queratinização.
Portal: Em alguns casos, o cabelo fica áspero após a cauterização. Por que isso acontece?
Ariane Ianicelli: A cauterização consiste em aplicar essa queratina e selar com chapa para que a mesma incorpore no fio. O que acontece, às vezes, é que esse processo de reconstrução deixa os cabelos selados e recuperados, mas com aspecto áspero, não sedoso.
Portal: Existe alguma maneira de evitar que o cabelo fique assim?
Ariane Ianicelli: Sim, preferindo a queratinização. Além de fazer a reconstrução, ela também hidrata e deixa os cabelos recuperados, sedosos e brilhantes.
Portal: Qual o melhor resultado a curto prazo, cauterização ou queratinização?
Ariane Ianicelli: Os dois vão sempre recuperar os cabelos, mas é bom serem feitos após uma agressão com processos químicos. O resultado sempre será melhor se houver cuidados rotineiros e não esporádicos.
Portal: Esses processos oferecem algum perigo para quem o está recebendo? Ou para quem está fazendo?
Ariane Ianicelli: Não, pois a queratina não causa nenhum dano à saúde.
Portal: De quanto em quanto tempo é preciso fazer novamente os tratamentos?
Ariane Ianicelli: Nos dois casos, sempre quando os cabelos precisarem ser recuperados. Isso pode ocorrer após um processo químico ou um período de férias onde os fios sofreram com sol, mar e cloro. Mas vale ressaltar que cada fabricante também tem as indicações de uso, frequência e pós-processo.
Portal: Quem tem o cabelo natural também pode se submeter a esses procedimentos? Qual o mais indicado?
Ariane Ianicelli: Geralmente os cabelos naturais (sem processo químico) ainda não têm a cutícula tão danificada para necessitar destes tratamentos. A análise de um profissional deve indicar se é realmente aconselhável fazer um dos dois. Às vezes, hidratações profundas já resolvem o problema.
Portal: É verdade que realizando qualquer um dos processos o cabelo fica quebradiço?
Ariane Ianicelli: Nos dois casos vale o alerta: queratina demais nos fios podem deixá-los muito rígidos, fazendo com que se quebrem facilmente. Por isso, é aconselhável um tempo de pausa entre uma aplicação e outra de, no mínimo, 1 mês. E sempre realizá-las após o processo químico.
Portal: Quais os cuidados que se deve ter após a aplicação de queratina?
Ariane Ianicelli: Cuidados básicos que devemos ter diariamente, como usar um xampu adequado para o tipo do seu cabelo, leave-in com filtro solar e hidratação semanal. Vale ficar atento às indicações do fabricante, pois cada marca aconselha um processo, um tempo de pausa de aplicação e indicação pós-uso.
Ariane Ianicelli é cabeleireira e técnica de beleza da Condor.

Qual o desodorante ideal? As variedades de desodorantes disponíveis no comércio são variadas: aromatizados ou não, com ou sem álcool, com o...


Qual o desodorante ideal? As variedades de desodorantes disponíveis no comércio são variadas: aromatizados ou não, com ou sem álcool, com ou sem agentes bactericidas e apresentados sob as formas de creme, spray ou roll-on.
O desodorante ideal é aquele que a gente nem sente que está usando, que o cheiro e a consistência não incomodam. E não adianta seguir indicações de outras pessoas, você só saberá usando mesmo. O jeito é ir experimentando até encontrar o ideal. A seguir citamos os tipos de desodorantes.

Antitranspirantes
Não só combatem o odor desagradável, como também a umidade. Contêm sais de alumínio que diminuem o fluxo de suor através dos poros. Sua eficácia é duradoura e muito superior a dos desodorantes comuns. A maioria dos antitranspirantes também funciona como desodorante, mas a maioria dos desodorantes não age como antitranspirante.
Aerossol
Refrescante, tem secagem rápida e pode ser compartilhado pela família.
Spray
Apesar de prático e barato, pode escorrer e causar ardor.
Roll-on
Apesar de prático para passar, demora a secar.
Stick
Tem aplicação seca, mas pode deixar resíduos brancos, manchando a roupa.
Creme
Aplica-se com os dedos, logo não é muito prático. É absorvido rapidamente e contém ingredientes emolientes que suavizam a pele. A forma cremosa é a mais indicada para quem precisa de uma proteção máxima.
Com Álcool
Acelera a secagem e controla a ação das bactérias, mas pode causar ardor ou irritar a pele.
Com Aloe Vera, Calêndula ou Camomila
Extratos vegetais que evitam irritações acalmam e deixam a pele mais macia.
Com Perfume
Prolonga a eficiência do desodorante, mas podem não ser ideais para peles sensíveis.

O objetivo da Reconstrução Capilar é revitalizar e recuperar os fios, proporcionando mais flexibilidade, elasticidade e saúde à fibra capil...


O objetivo da Reconstrução Capilar é revitalizar e recuperar os fios, proporcionando mais flexibilidade, elasticidade e saúde à fibra capilar.

Sabemos que as ações químicas e mecânicas são as que mais causam danos aos cabelos, que algumas vezes ficam tão danificados a ponto das hidratações sozinhas não serem suficientes, havendo necessidade de tratamentos mais profundos.
Conhecer a estrutura dos fios é indispensável numa reconstrução de fio. Cabelos extremamente danificados têm alguns aminoácidos dissolvidos. Esses aminoácidos que compõem a queratina presente nos fios, quando perdidos ou dissolvidos, tornam os cabelos frágeis.
Através da reconstrução capilar, vamos repor os aminoácidos que compõem a queratina. Desta forma, as partes pororosas dos fios dos cabelos são preenchidas e induzidas pelo calor. É como se estivéssemos fazendo uma cirurgia nos fios.
O procedimento consiste em dilatar os fios fazendo com que sua estrutura fique exposta, e só então são aplicados os produtos.
A queratina utilizada nesse processo é de baixo peso molecular, para que alcance o córtex.
O processo de Reconstrução Capilar consiste em lavar os cabelos primeiramente com um xampu adstringente. Após, inicia-se a reposição dos ativos emolientes nos fios que, depois de incorporarem tais ativos, recebem um produto especial termoativado.
Entrando em contato com o calor, os fios são selados, permitindo, assim, a penetração dos ativos em sua fibra ao mesmo tempo em que os fios estão protegidos externamente.
Resultado: Cabelos com mais brilho, maleáveis e saudáveis.

Muitos são os produtos básicos que não podem faltar na bolsa de uma mulher: batom, delineador, máscara para cílios e - talvez o mais indisp...


Muitos são os produtos básicos que não podem faltar na bolsa de uma mulher: batom, delineador, máscara para cílios e - talvez o mais indispensável objeto - a escova! Afinal, quem gosta de sair por aí desfilando com os cabelos soltos ao vento? Além de manter as madeixas no lugar, uma boa escovação é questão de higiene! 'O ato de pentear limpa os fios. Ao tomarmos banho, não lavamos o cabelo, que é composto de células mortas. O que se lava é o couro cabeludo. Logo, a escovação é responsável por trazer a oleosidade e as proteínas da raiz às pontas e por retirar as impurezas que se acumulam ao longo do dia', revela a terapeuta capilar Patrícia Maciel. Com a escova correta é possível deixar o cabelo mais vistoso, com brilho e aspecto limpo. A questão é achar, em meio a tantas ofertas, a ideal para o seu cabelo.

De acordo com o consultor técnico da Condor, Gennaro Preite, atualmente existem no mercado 700 modelos de escovas e pentes de diferentes formatos, tamanhos e materiais. Como, então, saber o que melhor se adequa a você? Comecemos pela diferença básica entre pentes e escovas. 'As escovas servem para alisar e modelar o cabelo. Se dividem em diferentes diâmetros e materiais. Os pentes são para desembaraçar, para cortes e acabamentos em penteados', explica o hair stylist Carlos Magno, diretor da academia para estilistas cabeleireiros que leva seu nome.

Qual é o pente que te penteia?
Ao contrário do que muitas pessoas pensam, um simples pente - sim, aquele artefato de plástico fininho com dentes que você possui na gaveta do armário do seu banheiro e que, talvez, nem use - se sofisticou e ganhou versões mais modernas e funcionais, como os pentes de silicone, de fibras de carbono, e os ionizados. Vamos a cada um deles.

Os pentes podem ter dentes finos ou espaçados. Segundo Gennaro Preite, 'pentes com dentes finos e cabo comprido são ideais para dividir mechas na hora de fazer hidratação, tintura ou alisamento. Já, os pentes largos, com 'dentões', são para desembaraçar os fios molhados após a lavagem'. Mas ele faz uma alerta: cabelos muito crespos não conseguem ser desembaraçados com esses pentes, ainda que sejam muito largos. 'Nesse caso, o ideal é que se recorra à escova jacaré, que tem as cerdas bem separadas entre elas', diz Gennaro. Algumas ainda possuem bolinhas nas pontas que massageiam o couro cabeludo e distribuem a oleosidade retida no couro cabeludo. Assim como as escovas, existem, os pentes jacarés. Eles possuem dentes em formato de flechas, capazes de escovar em ziguezague, eliminando marcas que ficam no cabelo após a chapinha e a escova, além de devolverem o aspecto mais natural às melenas.
Com o desenvolvimento tecnológico já é possível encontrar no mercado inovações, como os pentes ionizados e com fibras de carbono. 'Eles são ideais na aplicação da prancha. Suportam até 220º e não derretem com o calor da chapinha', revela Preite. Esses mesmos íons ainda são capazes de eliminar o indesejável efeito frizz, selando as cutículas e devolvendo o brilho natural ao cabelo.

Esquecido há alguns anos, o pente garfo voltou a moda e já pode ser visto em muitas prateleiras. Surgido na década de 70, em pleno movimento Black Power, a ferramenta é ideal para dar volume às madeixas. 'O garfo sumiu com a moda dos relaxamentos, alisamentos e escovas progressivas, mas retornou fazendo a cabeça de muitos artistas e cantores, como Negra Li, Vanessa da Matta. Através de sua introdução dentro do cabelo, é possível soltar os caracóis, fazendo com que o crespo adquira um armado bonito', orienta Gennaro.
Por fim, os modelos de pentes que possuem de um lado dentes mais espaçados e do outro dentes mais unidos são os chamados pentes de corte. Os dentes mais largos servem para cortes exatos, como os feitos em cabelos de crianças. E os espaçados, para cortes mais ousados, como em camadas e repicados.
Quanto ao material, os pentes podem ser de plástico, silicone, madeira e fibras de carbono. Enquanto os de plástico oferecem resistência, os de silicones são mais flexíveis. Já os pentes de madeira e fibras de carbono eliminam os fios arrepiados.
A escova certa
Antes de escolhê-la, é preciso ter em mente qual objetivo na escovação (alisar, conferir volume, fazer penteados), bem como conhecer seu tipo de cabelo. Escovas de cerdas unidas são mais indicadas para cabelos lisos. Os finos se adaptam melhor às escovas de madeira. 'Esses fios possuem uma eletricidade estática que é neutralizada pela madeira', afirma Preite. Cabelos ondulados e cacheados não devem ser escovados com freqüência. Ainda que as escovas de cerdas espaçadas com base grande sejam as mais indicadas, o ideal é penteá-los, apenas, uma vez após o banho, com um pente de dentes largos e com propriedades anti-frizz. 'Nesse tipo de cabelo, a lavagem que deve funcionar como a escovação. O ideal é que sejam feitas massagens com xampu no couro cabeludo e com condicionador, nas pontas', aconselha a terapeuta capilar Patrícia Maciel.

Se o seu objetivo é alisar os cabelos, fique de olho nos cabos das escovas. Eles devem ser longos e ergonômicos para garantirem mais segurança na pegada e facilitar a escovação. As de base de metal e cerâmica oferecem resultados mais satisfatórios. 'As escovas térmicas absorvem mais a temperatura do secador, facilitando o alisamento e diminuindo o tempo de secagem', explica o hair stylist Carlos Magno. Gennaro Preite acrescenta ainda que o ideal é que elas possuam perfurações em sua base. 'As passagens de ar na escova permitem que o calor circule por toda a base do objeto e atinja a mecha por um todo durante a secagem', diz o especialista. Você ainda pode obter um efeito mais liso com escovas de diâmetro grande. As pequenas e com cerdas espaçadas, ao contrário, são ideais para dar volume às melenas.
Quanto ao formato, elas podem ser ovaladas, retangulares ou quadradas. As primeiras são indicadas para modelarem os fios. As quadradas e retangulares, para penteados, como rabos de cavalo que requerem que se pegue uma grande quantidade de fios de uma única vez. O comprimento das escovas deve seguir o tamanho dos cabelos. Quanto mais compridos, mais longas e maiores devem ser as escovas.

As cerdas também fazem toda a diferença no resultado final da escovação. Elas podem ser sintéticas, geralmente de nylon, ou naturais, de madeira, bambu e pêlos de javali. 'Noventa e nove por cento das escovas de cabelo produzidas no mundo são de cerdas mistas, javali com nylon. Essa mistura de pêlo animal e sintético fornece uma relação de equilíbrio. O nylon oferece flexibilidade e resistência ao calor. E o pêlo de javali elimina a eletricidade estática durante a escovação, além de carregar a oleosidade natural do couro cabeludo até as pontas', esclarece Gennaro.
Poderosa contra os fios rebeldes, você já deve ter ouvido falar sobre as propriedades da madeira em abaixar os fios eriçados. Mas com o avanço da tecnologia, as mulheres ganharam novos aliados - os íons de prata e turmalina. 'A turmalina é uma pedra que, quando aquecida, emite uma quantidade muito alta de íons capazes de selar as cutículas dos fios, tornando-os mais lisos, macios e brilhantes', conta Gennaro.
Além da variedade de formatos e materiais, você já deve ter visto que algumas escovas possuem uma espécie de almofadinha junto às cerdas. Não, elas não são apenas para deixar as escovas mais bonitas. 'Existem pessoas que têm um couro cabeludo muito sensível. Nesses casos, esse revestimento tem a intenção de amortecer o atrito da escova com o cabelo', explica Genaro. Portanto, escovas almofadadas, couro cabeludo protegido.
E se você está ansiosa por comprar aquela escova giratória que aparece na televisão e promete alisamento instantâneo, muito cuidado! 'Essas escovas só funcionam em cabelos lisos e a pessoa precisa deter muita prática para não acabar com os fios embolados no aparelho', alerta Gennaro. Muita cautela para não acabar tendo que recorrer à tesoura.
Escolhidas as ferramentas, é hora da escovação. Não caia na armadilha de achar que pentear o cabelo se resume a colocar a escova na raiz e puxá-la para baixo. A escovação também tem os seus truques. Segundo Patrícia Maciel, 'a forma correta de pentear os cabelos é a mesma de engraxar os sapatos. Se você não lustra todo ele, não obterá um bom resultado', compara. Ela ensina que o primeiro passo é desembaraçar os cabelos. Com um pente! 'Jamais escove o cabelo com ele molhado. A água torna a elasticidade do cabelo diferente e a escova pode quebrar os fios. Nesses casos, use um pente de dentes largos'. Com o cabelo seco, é hora da escova. O primeiro passo é abaixar a cabeça e escovar da nuca até o alto da cabeça. Depois faça o movimento até as pontas. Vire a cabeça para o lado esquerdo e repita o movimento. Faça o mesmo com o lado direito. Só então retorne a posição normal. Comece escovando na parte frontal da raiz até onde alcançar com o braço. Só então parta para as laterais.
Depois de todas essas dicas, você não têm mais desculpas para deixar as melenas com aparência de quem acabou de acordar!

Pesquisas indicam que uma cabeleira sadia tem aproximadamente 100 mil fios. Desse total, 85% estão em fase de crescimento, 10% na fase de re...

Pesquisas indicam que uma cabeleira sadia tem aproximadamente 100 mil fios. Desse total, 85% estão em fase de crescimento, 10% na fase de repouso e de 5% a 10% na fase de queda que corresponde a 50 ou 100 fios por dia, considerado normal. Entretanto, esse número varia de pessoa para pessoa.

MOTIVOS DE QUEDA
A principal causa se deve a dermatite seborréia, que e o excesso de oleosidade do couro cabeludo. O problema também acontece devido a alterações hormonais que ocorrem principalmente depois da gravidez,, na menopausa , nos casos de stress, hereditariedade e distúrbios da glândula tireóide. Os cabelos também podem cair devido ao uso prolongado de antibióticos em geral e de anticoncepcionais orais.


TRATAMENTO
O tratamento da dermatite seborréia é a base de shampoos e loções específicas que amenizam o excesso de oleosidade. Para estimular o crescimento de novos fios de cabelo, um dos métodos mais usados é a masoterapia : são injectadas substâncias no couro cabeludo. Nunca tome qualquer tipo de medicamento por conta própria, isso poderá
acarretar outros problemas. O mais indicado é procurar a orientação de um especialista.
CUIDADOS DIÁRIOS


Faça uma alimentação natural comendo legumes, frutas, gelatinas naturais, gérmen de trigo. Esses alimentos são ricos em vitaminas e fibras, que contribuem para sua beleza de maneira geral.
Use somente produtos de qualidade comprovada ou preparados a partir de recomendação médica nas farmácias de manipulação.
Evite abusar dos secadores, pois eles ressecam o couro cabeludo e enfraquece a raiz.
Não durma com os cabelos molhados.
Não escove muito seus cabelos. Isso compromete o vigor e a vitalidade.
Lave a cabeça com pouco shampoo e água morna. Primeiro despeje nas mãos e depois espalhe nos cabelos, fazendo massagens suaves com as pontas dos dedos. Nunca use as unhas. Deixe agir por 3 min. antes de enxaguar.
SEM DÚVIDAS
Qual época do ano que os cabelos caem mais?
A queda equilibrada ocorre durante o ano todo, pois o tempo de vida dos fios é de aproximadamente 4 anos. Se for causada por alguma doença, pode acontecer em qualquer mês do ano.
Quando o fio cai a raiz cai junto com ele?
Não. A parte branca que se vê na ponta do fio, quando ele cai, chama-se bulbo. A raiz ( parte viva do fio) se aloja na derme( camada mais profunda da pele).
Molhar muito os cabelos apodrece a raiz e faz os fios caírem?
Isso não é verdade. O couro cabeludo não absorve a água, que jamais chega a raiz. O hábito de molhar demais os cabelos pode enfraquecer a parte aparente dos fios.


RECEITA PARA FORTALECER
Misture a 'goma' de uma folha de babosa com 1 colher de chá de óleo de gérmen de trigo (ou nozes ou jojoba). Bata bem e aplique, fazendo massagens circulares na cabeça. Deixe por 20 min. e retire com água .
Enxagúe com um chá (sem açúcar...:-)) de sua preferência. Esta máscara capilar evita a queda de cabelo e deixa os fios mais brilhantes e macios. Aplique a cada 20 dias.
OBS.: Recomendo para cabelos claros chá de camomila e para cabelos escuros chá preto.

Manter a maquiagem nos olhos durante muito tempo pode obstruir os poros (causando acne), além de irritação e até infecção. Por isso é muito...


Manter a maquiagem nos olhos durante muito tempo pode obstruir os poros (causando acne), além de irritação e até infecção. Por isso é muito importante não dormir maquiada.
Por se tratar de uma área muito sensível e delicada, não é aconselhável usar qualquer produto para este trabalho. Seguem abaixo algumas sugestões:
Para aquelas pessoas com a pele muito sensível, utilize Shampoo de bebê. Ele funciona maravilhosamente na remoção da maquiagem nos olhos. Faça isso com a ajuda de um pouco de algodão. Depois lava a área e seque com uma toalha limpa.
Muitas pessoas também fazem uso da vaselina, aplicando uma pequena quantidade sobre a superficíe ocular usando as pontas dos dedos. Use lenços umedecidos ou uma tolha. Verá que a remoção é muito mais fácil.
O uso de azeite de olive também é indicado, além de ser um produto natural. Basta umidecer pequenas quantidades de algoão com o azeite de olive e aplicar nos olhos.
Outra sugestão é o uso somente dos lenços umedecidos. Com este processo você elimina a necesidade de uma toalha além da conveniência de poder carregá-lo numa pequena bolsa.

Hoje em dia pais têm uma consciência maior sobre a importância de nutrientes para a saúde dos filhos do que há 30 anos e muitos deles tem a...


Hoje em dia pais têm uma consciência maior sobre a importância de nutrientes para a saúde dos filhos do que há 30 anos e muitos deles tem adotado uma filosofia que procura alimentos naturais e sentem-se gratificados oferecendo aos seus filhos refeições sem aditivos e ‘engrossantes.’ É sempre seguro seguir as preferências dos pediatras, mas também os instintos maternos farejam o que seus filhos precisam e quais as suas necessidades e se seguidos freqüentemente nos ampliam os horizontes sem ter que seguir dogmas prescritos.
Uma boa saúde depende de hábitos alimentares sólidos que em geral se estabelecem nos primeiros anos de vida. As crianças apreendem não somente pelo que lhes é ensinado verbalmente, mas também por imitação: observam seus pais e tentam imitá-los.
A repulsa de verduras e frutas freqüentemente repete comportamentos vistos em casa, na TV ou em casas de amigos. “Se os pais comem e mostram prazer ao ingerir verduras, saladas e frutas seus filhos tentarão imitá-los. Porém, se são feitos comentários sobre estes alimentos que os descrevem como amargos, desprazeirosos, a criança captará isto rapidamente”, explica a psicóloga Maria Cristina Capobianco
O prazer deverá acompanhar as refeições, então é importante deixar as preocupações com modos para mais tarde e incentivar o prazer na refeição. Deixá-los comer com a mão, enfiar o dedo no molho para experimentar, aguçar os sentidos e nomear os alimentos como salgado, doce, azedo, amargo, etc. Preparar comidas que eles possam pegar com as mãos, nos primeiros anos estimula as atividades motoras finas. Por exemplo, pegar ervilhas com os dedos, na posição de pinça, contar quantas ervilhas comeu. Contar histórias e tradições sobre diferentes culturas e suas diversas formas de comer. Por exemplo, os orientais que comem com “palitinhos”, os árabes que consideram que “arrotar” é um sinal que denota que gostou da comida, e assim por diante.

Neste sentido, é importante que as refeições sejam momentos descontraídos, agradáveis e prazerosas. Algumas famílias adotam filosofias alimentares bastante rígidas que a pesar de estarem baseadas em princípios saudáveis, religiosos ou naturais às vezes entram em conflito com a experiência das crianças que encontram amiguinhos que comem outras coisas.
Geralmente as crianças costumam questionar aquilo que acontece em casa, isto não deve se tornar um peso. Ao contrário, é importante ressaltar a diversidade, que cada família escolhe filosofias diferentes. Explicar com exemplos, figuras as escolhas realizadas em relação aos alimentos ajuda a que as crianças compreendam melhor porque seus pais fazem do jeito deles.
Na medida em que a criança cresce e se torna mais autônoma ela questiona para se sentir “mais dona do seu nariz” e tenta fazer o oposto daquilo que lhe é pedido, ou seja adota uma postura “do contra”. Nestes casos, é importante tentar deslocar esta luta de forças para outra arena que não seja a alimentação.
“É natural que os filhos transgridam as dietas impostas pelos seus pais, e nestes momentos os pais precisam ser tolerantes e compreensivos, interpretando que esta discordância talvez tenha muito mais haver com uma necessidade de fugir do controle e de tentar se apropriar das suas vontades e desejos”, explica à psicóloga.
O ideal é deixar que os filhos descubram por si só qual dieta quer seguir, apesar disto despertar muita angustia nos pais, é recomendável não perder a calma, tentar mostrar para a criança as vantagens de uma ou outra dieta. A imposição tenaz de um regime alimentar pode causar transgressões escondidas e na medida em que a criança oculta muitos segredos dos seus pais o diálogo aberto e espontâneo pode desaparecer transitoriamente, e se continua a tensão entre os pais e os filhos em relação à comida, talvez o diálogo se interrompa por mais tempo, afirma a psicóloga.
Tecnologia do Blogger.